Desenvolvido pela Google, o Chrome é um dos principais navegadores de internet disponíveis no mercado, sendo usado por uma grande parcela de usuários nos mais diversos sistemas operacionais, sejam eles mobile ou de desktop.

O navegador traz diversos recursos que vão desde integração com aplicativos da empresa (como Google Drive, Gmail), indo até uma sincronização incrível com todos os seus dispositivos.

Recentemente, o navegador chegou a sua versão 94 trazendo um recurso um tanto quanto polêmico, que pode detectar quando seus usuários estiverem ociosos. Vamos falar um pouco sobre ele.

Conheça a Idle Detection API do Google Chrome

Disponibilizada para desenvolvedores pela Google em sua última atualização do navegador Chrome, a Idle Detection API, pode indicar aos aplicativos quando o usuário está ocioso, monitorando a interação com o hardware.

Essa API pode ser bastante útil para aplicativos que rodam através do navegador, como, por exemplo, o WhatsApp, que poderia indicar se o usuário está online, ou fazer com que sites evitem consumir recursos enquanto o usuário estiver ausente.

Existem inúmeras possibilidades para o uso dessa API e pode ser que eles não parem por aqui.

Um recurso útil, mas não para os usuários

Pouco tempo após o anúncio, a Mozilla se pronunciou contra a utilização dessa API em uma discussão no GitHub. O cientista da computação e líder de padrões da Web da Mozilla Corporation Tantek Çelik disse:

Considero a Idle Detection API uma oportunidade muito tentadora para sites motivados pelo capitalismo de vigilância invadirem um aspecto da privacidade física do usuário, manter registros de longo prazo dos comportamentos físicos, discernir ritmos diários (por exemplo, hora do almoço) e usar isso para manipulação psicológica proativa (por exemplo, fome, emoção, escolha). Além disso, esses padrões grosseiros podem ser usados por sites para sub-repticiamente maximizar os recursos de computação locais para cálculos de prova de trabalho, desperdiçando eletricidade (custo para o usuário, aumentando a pegada de carbono) sem que ele dê consentimento ou até mesmo perceba isso.

Já do lado Apple da força, Ryosuke Niwa, um dos engenheiros de software da empresa, discutiu com Reilly Grant (engenheiro de software da Google) em um e-mail, dizendo que não vê casos em que a API seja realmente útil para o usuário.

O fim de sua privacidade

Existe uma grande possibilidade da Idle Detection pode oferecer uma experiência de navegação ainda melhor em alguns sites, mas a que custo? 

Com tantos sites recebendo cookies, e dados sobre a nossa navegação, nossa privacidade vai diminuindo cada dia mais, e agora com a nova API da Google, ela pode se tornar ainda menor já que eles terão nosso tempo de atividade na internet.

Imagine anúncios ainda mais focados em horários que você está quase saindo do computador, como, por exemplo, a propaganda de um restaurante próximo a sua hora de almoço ou a de um filme que vai estrear em um cinema próximo de sua casa no final de seu expediente.

Não sabemos quantos sites e desenvolvedores irão adaptar essa API em seus serviços por enquanto, mas provavelmente iremos sentir o efeito dela em alguns dias.

Você utiliza o Google Chrome? O que achou do novo recurso? Deixe sua opinião dos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
archinstall
Continue lendo

Archinstall recebe melhorias e fica mais amigável

O script de instalação guiada/automatizada do Arch Linux, o archinstall, recebeu recentemente duas atualizações pontuais em sua versão 2.4 trazendo algumas melhorias e correções de bugs.