Apesar de estar longe de ser o sistema operacional perfeito, assim como todos os outros, O Pop!_OS está se tornando o “queridinho” dos usuários de distribuições Linux no desktop.

O visual belo e moderno proporcionado pelo GNOME Desktop em conjunto com extensões próprias como a “Window Tilling” atrai a atenção de usuários novatos e até de profissionais para o sistema da System76.

De certa forma, o Pop!_OS está cada vez mais próximo do que o Ubuntu costumava ser nos seus “anos dourados”, quando o foco da Canonical eram os usuários domésticos.

O problema com a interface do Pop!_OS

A interface gráfica utilizada pelo Pop!_OS atualmente é o “COSMIC”, sendo uma versão modificada (mas nem tanto) do GNOME Shell.

Até o momento a System76 aposta em extensões para realizar muitas das modificações necessárias para oferecer a experiência de uso que tem em mente para os seus clientes. O problema é que a visão que o projeto GNOME tem para o futuro da sua interface não é exatamente a mesma que a System76 tem para os seus produtos, tornando cada vez mais difícil a união entre ambos os projetos.

Confira o que o engenheiro da System76, Michael Murphy disse sobre o assunto:

There are things we’d like to do that we can’t simply achieve through extensions in GNOME. Extensions in general feel like a hack. And what we want to do with our desktop differs from GNOME, so it’s not like the option to merge pop-shell and COSMIC into GNOME Shell would be a welcome thing.

“Há coisas que nós gostaríamos de fazer que simplesmente não conseguiríamos através de extensões para o GNOME. De modo geral, extensões parecem ser como um “hack”, e, o que nós queremos fazer com o nosso desktop difere do GNOME, então não é como se a opção de combinar o pop-shell e o COSMIC com o GNOME Shell seria algo bem-vindo.”

A solução encontrada pela System76

Para resolver esse problema restou apenas uma solução para a empresa americana: desenvolver a sua própria interface gráfica do zero.

A nova interface do Pop!_OS está sendo desenvolvida em “Rust” e deverá ser semelhante ao que o COSMIC é atualmente. A grande diferença será que não haverão mais as complicações em potencial que vêm com a ampla utilização de extensões, já que todas as características e funcionalidades serão nativas da própria interface gráfica.

system76 popos

Além disso, a System76 não será mais tão dependente das intenções de outro projeto, como é atualmente do GNOME. 

Por mais que os desenvolvedores do GNOME sejam extremamente capacitados e façam um trabalho da melhor qualidade, os objetivos que o Pop!_OS deve atingir são significativamente diferentes do projeto comunitário.

Críticas sobre a fragmentação nas distros Linux

Apesar da divulgação sobre as intenções da System76 em desenvolver uma nova interface gráfica terem sido muito bem recebidas pela maioria das pessoas, o mesmo não se aplica a um grupo que acredita que isso irá piorar ainda mais aquele velho problema de fragmentação entre as distros Linux.

Muitas pessoas acreditam que seria muito melhor se a empresa investisse em uma interface gráfica já existente ao invés de criar mais uma opção, o que pode deixar novos usuários ainda mais perdidos.

Michael Murphy também comentou sobre este assunto:

None of us would be here today if people weren’t brave enough to take the next step with a new solution to an existing problem. You’re likely now using some software that was just recently developed as an alternative to something. Distributions and people will naturally gravitate towards the best solutions over time. And sometimes the best solution for an individual is not the most popular desktop environment.

“Nenhum de nós estaria aqui hoje se as pessoas não fossem corajosas o suficiente para dar o próximo passo com uma nova solução para um problema existente. É provável que agora mesmo você esteja utilizando algum software que tenha sido recentemente desenvolvido como uma alternativa para algo. Com o passar do tempo, distribuições e pessoas irão naturalmente migrar para as melhores soluções, e, às vezes, a melhor solução para um indivíduo não é o “ambiente desktop” mais popular.”

Ainda não há uma data marcada para a disponibilização desta nova interface ao público geral, e, considerando o trabalho demandado em um projeto dessa magnitude, acredito que não poderemos testar tão cedo.

A fragmentação pode acabar?

Apesar do vasto número de opções de distros e interfaces gráficas ser mesmo um problema para quem é novo no mundo das distribuições Linux, acredito que esta seja simplesmente uma consequência natural da liberdade proporcionada por este formato de distribuição de software.

Qual é a sua visão sobre as novidades divulgadas pela System76? A empresa está certa em criar o seu próprio produto do zero ou deveria continuar investindo em projetos existentes? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Isso é tudo pessoal! 😉


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste