Ubuntu 21.04 lançado, confira as novidades!

Ubuntu 21.04 lançado, confira as novidades!

Após longos 6 meses de espera, a Canonical lançou a nova versão de seu sistema operacional, o Ubuntu 21.04, também conhecido como “Hirsute Hippo” (Hipopótamo peludo em português).

Essa versão traz alguns aprimoramentos no sistema, além de testar algumas mudanças que provavelmente chegarão à sua próxima versão LTS. 

Curioso para saber as principais mudanças desta versão? Então prepare sua bebida favorita, sente-se confortavelmente e vamos falar do Ubuntu.

Desta vez, sem o GNOME mais recente

Geralmente as versões intermediárias do Ubuntu trazem a versão mais recente do GNOME, porém, a versão 21.04 do sistema trará a versão 3.38 ao invés do famoso GNOME 40.

Essa mudança se deve ao fato do GNOME 40 ser muito recente e introduzir tecnologias como o GTK 4. Migrar para essa versão agora afetaria bastante a interface do Ubuntu que ainda utiliza GTK3 em seu tema e aplicações.

Temos um artigo no blog falando um pouco mais sobre essa decisão.

Melhorias na interface

Após a migração da interface Unity para GNOME, o Ubuntu encontrou alguns problemas para adaptar seu workflow à nova interface. Parece que nesta versão o trabalho está cada vez mais próximo de ser finalizado.

Dark mode no tema shell

O Yaru é um tema bastante bonito e coeso para o Ubuntu, contando com três variantes: Light, Standard e Dark. Ao realizar a troca entre os temas na aba “Aparência”, o shell do sistema continuava com o tema Yaru Light, mesmo que o sistema todo estivesse em dark mode.

Embora fosse possível realizar a troca do tema do shell através do GNOME-Tweaks, os temas standard e dark ficam um tanto quanto estranhos com o shell do sistema branco e para resolver esse problema, a Canonical decidiu deixar o tema Yaru-dark como o tema padrão do shell.

Caso você utilize o tema Light do Yaru e deseje alterar o tema do shell, você irá precisar da extensão User Themes e do GNOME-Tweaks instalado. Na guia de aparência, basta trocar o tema shell de Yaru-dark para Yaru-light.

Uma nova geração da área de trabalho ativa

Após o GNOME remover a área de trabalho ativa do Nautilus, o Ubuntu ficou bastante desfalcado para oferecer esse recurso para seus usuários e mesmo tendo sua própria extensão de área de trabalho ativa, a equipe decidiu migrar para outra extensão bastante conhecida, o Desktop Icons New Generation (DING).

Diferentemente da extensão do Ubuntu, o DING possui várias funções em seu menu do botão direito, além de permitir arrastar e soltar da área de trabalho para o Nautilus.

O tão esperado Wallpaper

Uma das coisas mais esperadas de cada versão do Ubuntu sem dúvidas é o Wallpaper que é bastante trabalhado em formas geométricas, proporção áurea, etc. O Wallpaper desta versão traz um hipopótamo peludo e diferente dos últimos wallpapers, eu achei este um pouco estranho.

jyHESR7vM9QuKQFiLP jGPuPKAtHzOsyBJymGD4hg pttYSAj

Wayland, o futuro do Ubuntu?

Que o Wayland é o servidor de gráficos do futuro no Linux a gente já sabe e o Ubuntu decidiu dar um passo para que esse futuro chegue ainda mais rápido. A Canonical já tentou utilizar o Wayland por padrão no passado, porém, ele ainda não estava pronto.

Após quase quatro anos, o Wayland já está bastante maduro e pronto para ser utilizado. Caso você seja um usuário de placas NVIDIA, não precisa se preocupar, pois, muito em breve essas placas terão suporte ao Wayland!

Caso você prefira utilizar o Xorg, basta selecioná-lo na engrenagem que fica no canto inferior direito da tela de login.

Vale a pena migrar para o Ubuntu 21.04?

Com essas mudanças, será que vale a pena migrar de sua versão do Ubuntu? Bem, isso depende.

Caso você esteja utilizando a versão 20.10 do Ubuntu, migrar para a versão mais recente é importante, já que as versões intermediárias possuem apenas 9 meses de suporte, diferente dos dois anos oferecidos por versões LTS.

Se você estiver na versão LTS, não existe uma grande necessidade de migrar, já que não existem muitas mudanças além da versão do GNOME e a extensão (que você pode instalar na versão LTS).

Download do Ubuntu

Caso você queira testar a nova versão do sistema, ou simplesmente fazer o hopping de quinta-feira, basta realizar o download da ISO através do site oficial do sistema.

Você utiliza o Ubuntu? Pretende testar essa versão? Deixe para gente nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste