Para encerrar 2020 com chave de ouro, é finalmente lançado o GTK 4

gtk4-release

Após cerca de quatro anos de trabalho duro e cerca de 20 versões de testes liberadas, a modesta equipe de desenvolvimento do projeto GTK (Gnome Toolkit) acaba de anunciar o lançamento oficial do GTK versão 4.0.

O que é GTK?

O Gnome Toolkit é basicamente uma “caixa de ferramentas” multiplataforma para criar interfaces gráficas para aplicações e até sistemas operacionais completos.

Você provavelmente já deve ter ouvido alguém comentar sobre uma aplicação ser feita em GTK ou Qt (que é de certa forma o “concorrente” do GTK). Tal informação trata-se, na verdade, de qual solução foi utilizada para a criação de toda a interface gráfica que compõe tal aplicação ou sistema.

gnome-toolkit-gtk
GNOME Toolkit

Alguns exemplos sobre o uso do Gnome Toolkit no “mundo Linux” são o próprio projeto GNOME e todas as aplicações que o cercam. Para fins de comparação e conhecimento, falando de interfaces gráficas para sistemas operacionais Linux, no lado “GTK da força” temos o GNOME Shell e o XFCE, dentre várias outras, enquanto do lado Qt da força podemos destacar o KDE Plasma e o LXQt.

Apesar de não ser tão popular em outras plataformas quanto no Linux, o GNOME Toolkit também pode ser utilizado no desenvolvimento de aplicações para Windows e MacOS.

Com mais de 18 mil novas implementações, conheça o GTK 4

A versão 3.89.1 do GTK teve o seu lançamento em Novembro de 2016, e apenas agora, no final de 2020, finalmente foi possível realizar o lançamento da versão 4 do Gnome Toolkit.

Uma bela forma para encerrar o ano, não? 😄

Segundo o que foi divulgado pelos desenvolvedores do projeto, desde o lançamento da versão 3.89.1 foram adicionadas mais de 18.000 implementações no código fonte do projeto. Todo esse trabalho resultou em um software que agora pode ser considerado estável e pronto para ser utilizado.

Será o fim dos GTK’s 2 e 3?

O GTK 4 tem sido o principal foco dos desenvolvedores do projeto há algum tempo, mas isso não significa que as outras ramificações do mesmo tenham sido abandonadas.

Não faz muito tempo desde que foi realizado o último lançamento do GTK 3 (versão 3.24.24) e o mesmo continuará recebendo suporte por tempo indeterminado. O GTK 2, por outro lado, será descontinuado muito em breve.

gtk-dark-mode
GNOME Toolkit dark mode.

Nos próximos dias, será realizado o lançamento da última versão do GTK 2 (que ainda não possui um número definido) e após isso, os desenvolvedores que ainda estejam utilizando essa versão do GNOME Toolkit em seus softwares estarão “por conta própria”.

Com isso, a equipe do projeto recomenda fortemente que todos os desenvolvedores que ainda fazem uso do GTK 2 em seus programas, que realizem o porte o mais rápido possível para a versão 3, ou preferencialmente a versão 4.

Os retoques finais

Embora os desenvolvedores do Gnome Toolkit 4 tenham feito todos os polimentos possíveis antes do lançamento oficial, como em todo software novo, é de se esperar que ocasionais bugs venham a ocorrer. Somente com o aumento na demanda pelo software é que eventuais erros poderão ser identificados e então, corrigidos.

A equipe já está se preparando para corrigir os primeiros bugs que forem reportados e lançar a versão 4.0.1 em um curto período de tempo. Caso problemas mais sérios apareçam após isso, os desenvolvedores estão preparados para corrigi-los e lançar uma versão 4.0.2 ainda a tempo de ser implementada no GNOME 40.

Um gigante discreto

O projeto GTK não costuma ser o primeiro a ser lembrado pelos usuários Linux, especialmente aqueles com menor conhecimento técnico, mas não devemos deixar passar despercebida toda a importância que o GNOME Toolkit teve e continua tendo para a evolução de, não apenas, mas especialmente o que hoje conhecemos como distribuições Linux.

Fica aqui registrado os parabéns e o muito obrigado de toda a equipe do Diolinux para todos aqueles que de alguma forma se envolveram e contribuíram para a realização de mais este grande lançamento no mundo do software livre.

Mais detalhes podem ser vistos (em inglês) no post de lançamento oficial do GTK 4.

Isso é tudo pessoal! 😉


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Digital Storm coloca uma GTX 1080 dentro de um PC All in One
Continue lendo

Digital Storm coloca uma GTX 1080 dentro de um PC All in One

Poder de fogo em processamento gráfico e sem um gabinete tradicional. Computadores All in One são conhecidos pela potência mediada normalmente, mas principalmente por ocuparem pouco espaço, afinal, todo o hardware que é alocado dentro de um gabinete convencional é embutido através/junto do monitor. Mas algumas empresas exageram.
Cascadia Code, a nova fonte da Microsoft
Continue lendo

Cascadia Code, a nova fonte da Microsoft

A Microsoft vem trazendo novos lançamentos a todo vapor, sejam com funcionalidades extras, para a plataforma Windows ou disponibilizando alguns de seus produtos para o Linux, ou até mesmo auxiliando projetos, como no caso da Linux Foundation. Agora é anunciada uma nova fonte, com um público alvo bem definido.