A versão 20.3 de codinome “Una” da popular distribuição Linux Mint foi lançada trazendo diversas novidades como um novo visual padrão e o novo aplicativo Thingy.

Atualizações no visual e ambiente desktop

Ambiente desktop Cinnamon 5.2

A versão 20.3 do sistema operacional traz como um dos principais destaques o ambiente desktop Cinnamon 5.2, que chega com algumas mudanças e melhorias interessantes como um miniaplicativo de menu aprimorado que apresenta melhor navegação por teclado para idiomas RTL (da direita para a esquerda), ícones simbólicos para todos os aplicativos, a capacidade de ocultar os botões do aplicativo por padrão e quando o menu é fechado, melhorias no miniaplicativo de som e miniaplicativo calendário, aprimoramentos no componente GWL (lista de janelas agrupadas), além de outras melhorias.

2021 12 15 17 31

Melhorias no tema padrão Mint-Y

Para aqueles que não curtem muito a aparência esverdeada do Linux Mint, essa nova versão chega com boas notícias.

A nova atualização do tema Mint-Y substitui as cores de destaque esverdeadas por tons acinzentados, com isso, o sistema abre mão da aparência carregada de verde, chamando menos a atenção do usuário e, consequentemente, deixando de afetar negativamente a produtividade.

2021 12 15 16 04

Além disso, o tema Mint-Y exibirá as janelas com os cantos superiores arredondados por padrão. Isso ajuda a dar ao Linux Mint mais modernidade e, sem dúvida, ajuda a distro a acompanhar as mudanças de estilos visuais em outras plataformas.

Por fim, esta atualização do tema Mint-Y apresenta barras de título e controles como os botões minimizar, maximizar e fechar maiores em comparação com a versão anterior.

2021 12 15 16 59

Suporte ao modo escuro

Para todas as edições com suporte, independentemente do ambiente desktop, a nova versão do Linux Mint traz algumas mudanças visuais interessantes, como suporte ao modo escuro para os aplicativos Celluloid, Terminal GNOME, Hypnotix, Pix e XViewer (os dois últimos não suportam o modo escuro na edição Xfce).

2021 12 15 16 43

A edição Xfce do Linux Mint 20.3 vem com o ambiente de desktop Xfce 4.16, enquanto a edição MATE vem com o ambiente de desktop MATE 1.26.

O novo aplicativo Thingy

Outra novidade interessante que acompanha o Linux Mint 20.3 é o aplicativo Thingy. Trata-se de uma biblioteca que atua como um front-end para visualizar arquivos PDF, os desenvolvedores do Mint planejam estender os formatos de arquivo compatíveis com o aplicativo em versões futuras.

2021 12 15 17 29

Além disso, o novo aplicativo também é capaz de acompanhar o progresso da leitura e  embora não seja tão avançado quanto aplicativos de leitura de e-books dedicados como o Foliate, possui uma abordagem semelhante.

Kernel 5.4 LTS rodando “sob o capô”

Baseado no Ubuntu 20.04.3 LTS, o Linux Mint 20.3 adere ao kernel Linux 5.4 LTS para minimizar falhas que possam ocorrer durante as atualizações do Linux Mint 20.2 ou uma versão anterior.

Experimentando o Linux Mint 20.3

Para experimentar a nova versão do Linux Mint é simples, basta seguir o passo a passo:

1 – Acesse o site oficial do projeto e, no canto superior direito da página, passe o mouse sobre a opção “Download” e, em seguida, clique na opção recomendada “Linux Mint 20.3”.

2022 01 08 00 19

Ou você pode clicar diretamente no botão “Download”

2022 01 08 00 24

2 – Na página que será apresentada, escolha a versão com o ambiente desktop de sua preferência e clique no botão “Download”

2022 01 08 00 29

3 – Por fim, basta clicar na opção “Torrent Download: 64-bit”.

2022 01 08 00 31

E você, pretende experimentar o Linux Mint 20.3? O que achou das novidades?
Um abraço, pessoal. Até a próxima.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste