Existem inúmeras interfaces para Linux, desde as mais simples, até as repletas de recursos e funcionalidades, entre esses dois extremos, temos o MATE Desktop, uma interface leve que traz recursos interessantes para seus usuários.

Dezoito meses após o lançamento de sua última versão estável, a equipe do MATE apresenta para os usuários a versão 1.26 da interface que traz várias melhorias, novos recursos e inicia o suporte a Wayland.

Wayland no MATE?

Que o Wayland é o servidor gráfico do futuro todo mundo já sabe e várias interfaces estão buscando se compatibilizar com ele. Inclusive, a própria NVIDIA está trabalhando em formas de melhorar o suporte ao Wayland.

Embora a interface ainda não esteja pronta para utilizar Wayland, a equipe do MATE já está compatibilizando alguns de seus aplicativos e componentes da área de trabalho, para que essa mudança não seja trabalhosa em um futuro próximo.

Dentre os aplicativos que agora funcionam em Wayland, temos:

  • MATE Terminal;
  • Pluma;
  • MATE System Monitor.

Pluma, sua próxima IDE?

O editor de texto do MATE, Pluma, está trazendo várias melhorias para seus usuários, como um novo minimapa para visão do texto e um plano de fundo de grade para ajudar na escrita. 

image 42

Um dos novos recursos que o Pluma possui é o suporte à plugins, que podem te ajudar a transformar um simples aplicativo de anotações em uma IDE completa.

Gerenciando seus arquivos com o Caja

O Caja, gerenciador de arquivos da interface, ganhou uma barra lateral de favoritos para tornar o acesso a diretórios ainda mais fácil. Falando em facilidade, agora a opção de formatar unidades aparece ao clicar com o botão direito sobre um dispositivo.

image 43

Mais melhorias do MATE 1.26

Dentre outras mudanças que podemos citar, temos:

  • Uso de memória reduzido no visualizador de documentos Atril;
  • Melhorias no compactador de arquivos Engrampa, que agora suporta arquivos .rar criptografados, .epub e .arc;
  • O gerenciador de janelas restaura as janelas minimizadas para a posição original;
  • O gerenciador de energia agora permite habilitar o escurecimento do teclado;
  • Novo miniaplicativo de “Não perturbe”;
  • O miniaplicativo “Netspeed” agora mostra as informações mais rápido.

Embora este não tenha sido um lançamento tão grande para a interface, as novidades desta versão do MATE Desktop irão melhorar a experiência de uso para seus usuários e preparam o caminho para sua futura migração para Wayland.

Você utiliza o MATE Desktop? Qual recurso você mais acha interessante na interface? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
archinstall
Continue lendo

Archinstall recebe melhorias e fica mais amigável

O script de instalação guiada/automatizada do Arch Linux, o archinstall, recebeu recentemente duas atualizações pontuais em sua versão 2.4 trazendo algumas melhorias e correções de bugs.