reviews

Review: Acer Chromebook C733 um bom chromebook de entrada

Eu sempre gostei de tecnologia e desde meus 14 anos era acostumado a utilizar notebooks em meu dia-a-dia, o primeiro modelo foi um Acer Aspire E1 de empresa para a qual eu fazia designs, passando por um CCE Ultra Thin 325 e pouco tempo depois, meu lendário Positivo do qual eu sinto saudades.

No início de 2021, troquei meu notebook por uma máquina de entrada para realizar algumas tarefas que exigiam um desktop, como gravação e edição de vídeos, fazer lives na Twitch e jogar meu Valorant, porém, por mais que meu computador suprisse as necessidades, eu sentia falta da portabilidade que um notebook me oferecia.

Na metade de 2021, percebi que eu precisava de um notebook para levar em viagens, trabalhar na rua ou até mesmo em outros locais de minha casa e após muita pesquisa, optei por adquirir um Acer Chromebook C733 que tem me acompanhado até o momento.

Neste artigo, vou falar um pouco mais sobre este chromebook e citar algumas de minhas experiências tanto positivas quanto negativas com este dispositivo.

Conheça o Acer Chromebook C733

Com um valor bastante atrativo e o sistema operacional Chrome OS, o Acer Chromebook C733 pode ser o seu próximo notebook para viagens, estudos e, porque não trabalho em home office?

Vamos falar um pouco mais sobre as características internas e externas dele, passando pelo seu hardware, construção e conexões.

A começar pelo seu hardware…

Quando falamos de Chromebooks, a primeira coisa que vem a mente de diversas pessoas é o seu hardware que não parece ser muito atraente se comparado com outras máquinas, mas ele pode te surpreender.

O modelo que eu utilizo possui o processador Intel Celeron 4020, 4GB de memória RAM LPDDR4 2400MHz, tela de 11.6” HD com painel IPS, 32GB de armazenamento eMMC, WiFi Dual Band e suporte a USB-C.

Quando pensamos em uma máquina Windows com estes recursos, é possível visualizar uma carroça com rodas quadradas em nossa mente, porém, esse hardware é mais que o suficiente para você tirar proveito do Chrome OS.

Uma construção bastante agradável

Beleza exterior não é tudo neste mundo, mas quando se trata de um computador que você pretende levar para todos os lugares, uma aparência agradável e uma construção robusta é o mínimo esperado, o Acer Chromebook C733 sabe muito bem disso.

Por possuir uma tela de 11.6”, o dispositivo é bastante compacto, o que para mim, é um ponto positivo, visto que garante uma portabilidade maior e mesmo com um tamanho “pequeno”, seu teclado e trackpad são bem espaçados e confortáveis, oferecendo uma boa experiência de uso para longas jornadas de trabalho.

Um detalhe que chamou minha atenção na hora da compra está relacionado ao fato do dispositivo possuir confiabilidade ao nível militar, além de drenagem para até 330ml de escoamento de água.

Ele foi pensado em ser um dispositivo utilizado para fins escolares e garante ser bem durável na mão dos pequenos, não oferecendo peças removíveis em seu exterior e podendo suportar pressão de 60KG em sua parte superior, além de sobreviver a quedas de até 122CM.

zpMN 3VK hN7ojHcSc30zNvdtVARqZbzazoHDUw8GCoDTywh8rUz4dwAEawRL05rU6UKkOSc2aj7HcQl8rgB97l7o54qw6a6VV0cPa2T 9eAkXFNhpIVOQiz SUYtMAvB5Sg9plH

Poucas portas, mas será que isso realmente é um problema?

Um fato que pode incomodar algumas pessoas é a escassez de portas de conexão que o Acer Chromebook C733 possui, visto que ele conta apenas com 2 portas USB-C que servem para carregamento, 2 portas USB 3.0 do tipo A, uma entrada para cartão MicroSD e uma porta P2 para entrada e saída de som.

Se por algum motivo você precisa de mais portas USB ou até mesmo uma saída HDMI para conectar seu notebook a um monitor externo ou sua televisão, você acaba de adquirir um convite para a “donglelândia”.

Durante o meu uso, nunca senti falta de mais portas USB ou até mesmo a necessidade de conectar o notebook a um segundo monitor, porém, acabei adquirindo um pequeno dongle USB-C que conta com uma porta USB-C, conexão HDMI e uma porta USB-A que me acompanha sempre caso eu precise conectá-lo em algum lugar.

image 8

Chrome OS, o melhor sistema operacional?

Existe um motivo por trás do nome Chromebook e certamente este motivo se chama Chrome OS. O sistema operacional do Google para computadores vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado e agrada diversos usuários ao redor do mundo.

Durante os primeiros dias, utilizar o Chrome OS foi uma tarefa um pouco complicada, visto que eu não conhecia quase nada do sistema operacional que possui uma disposição de atalhos e elementos da interface diferente de sistemas que encontramos no mercado.

x03DSG fjxCdQtH3 fNB3CgwmdYJrFsY64io3w0L6lJpLnO6h8eWwX1bquLUhz0il3Dh 8o

Porém, após algumas semanas de uso, o Chrome OS acabou se mostrando um ótimo sistema operacional para o meu workflow, mesmo com algumas limitações.

Um workflow baseado em Web

Acredito que já não é mais novidade que o Chrome OS é um sistema que utiliza um workflow baseado em Web não é mesmo? Por sorte, grande parte de todo o meu trabalho pode ser realizada através de um navegador de internet, tornando o Chrome OS um sistema interessante no assunto produtividade.

Embora eu utilize um navegador Web para quase todas as minhas funções, em meu computador principal sempre existiam aplicações que me tomavam tempo de escrita (cof, cof, Valorant), fazendo com que eu atrasasse a entrega de alguns conteúdos (desculpa Eddie 😅).

Com sua interface minimalista e menos softwares instalados em minha máquina, o Chrome OS fez com que eu adaptasse algumas aplicações como o GIMP que foi migrado para o Canva, ter menos distrações e o fato de basear todo o meu workflow em um navegador de internet me tornou muito mais produtivo.

Uma imensa gama de aplicações

Um ponto decisivo antes de decidir comprar do Chromebook são as aplicações, visto que nem tudo é compatível com o Chrome OS, porém, com o avanço das tecnologias de empacotamento e diversos investimentos do Google, ele consegue suprir cada vez mais necessidades.

Além da Chrome Web Store, uma loja voltada a distribuição de aplicativos web (como o que temos com a tecnologia PWA), o Chrome OS oferece suporte a algumas aplicações Android e possui um contêiner Linux baseado no Debian, permitindo que você instale pacotes .deb e aplicações Flatpak.

image 7

Minha experiência com o Acer Chromebook C733?

Após 7 meses de uso, posso dizer que  minha experiência utilizando este Chromebook foi bastante positiva. Eu consegui me adaptar ao Chrome OS e a proposta que o dispositivo oferece: ser um computador secundário e portátil para realização de tarefas simples.

Como meu trabalho envolve redigir textos, roteiros e preparar thumbnails, tarefas realizadas em maior parte dentro de um navegador de internet, ele atende perfeitamente as minhas necessidades. Outro fator positivo é que sua bateria durou dias de trabalho comigo em algumas situações.

Talvez o único ponto fraco seja seu armazenamento local que é considerado pouco para padrões atuais, mesmo os celulares modernos mais simples possuem 32 GB de armazenamento. Porém, se combinarmos o Google Drive e a porta de expansão de cartão SD, ganhamos alguns GB a mais de armazenamento.

KDQ7Wacqg3HFNg0P2mJqooTkIWP iREyl htXoZ8fikjF37icLvu27m0g GXH q2aidPm7f2YanR tReFcVFMZ 7WTiXaT3LLOxYS5L82Key2bM6b b0E2 gIt zffW ZNSyfIX

Um ponto negativo para estes dispositivos no momento é seu preço que ficou elevado após a Black Friday em maio de 2021, eu paguei o valor de R$ 1.549,00 nele e atualmente, o menor valor que eu encontrei está na Amazon e ultrapassa a marca dos R$ 2.500,00.

No geral, o Acer Chromebook C733 me surpreendeu bastante e hoje em dia se tornou um dispositivo essencial em meu trabalho, possibilitando que eu escreva meus artigos em qualquer lugar que eu esteja, seja online ou offline.

Você já utilizou algum Chromebook? O que acha do Acer Chromebook C733? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!
415 postagens

Sobre o autor
Olá pessoas, me chamo Carlos Augusto e desde meus 6 anos sou apaixonado por tecnologia, principalmente por computação. Além de tentar ser um projeto de redator, no tempo livre gosto de fazer algumas manutenções e gambiarras!
Artigos
    Postagens relacionadas
    Vídeoreviews

    Vale a pena assinar o YouTube Premium? Você vai se surpreender…

    reviewsVídeo

    Será que o monitor 240Hz por menos de R$ 1000 é bom?

    reviews

    Archcraft LXDE: análise completa e algumas dicas