Raspberry Pi 400: Lançado no Brasil, mas o valor assusta

Kit completo do Raspberry Pi 400

Se você gosta de tecnologia e sempre acompanha os últimos lançamentos do mercado, com certeza estava aguardando a chegada do Raspberry Pi 400 em terras tupiniquins. Diferente das tradicionais placas, trata-se de um mini computador embutido em um teclado que foi concebido com a proposta de ser utilizado por todos os tipos de usuários, desde o avançado até o simples entusiasta, que utiliza o computador para tarefas mais básicas.

Mas, caso você esteja por fora dessa novidade, pode conferir este artigo que explica detalhes do novo dispositivo da família Raspberry Pi.

Os valores do Raspberry Pi 400

A Raspberry Pi Foundation tem como missão levar a tecnologia a todas as pessoas com preço acessível, e não foi diferente no lançamento deste novo produto. Em lojas de revendedores oficiais no exterior apenas o teclado custa US$70 , já o kit básico custa US$100.

Preços do kits do Raspberry Pi 400 em lojas do exterior

Até o momento ele está disponível em apenas uma das revendedoras oficiais Raspberry Pi no Brasil, a Filipeflop. A RoboCore, que se tornou revendedora recentemente, também deve passar a vender esse novo modelo do produto. Mas, o que chama atenção é o preço salgado do mini computador,  o kit básico está saindo por R$999,90 e o kit completo R$1.189,70.

Preço do Raspberry Pi 400 na loja da Filipeflop

Por que um preço tão alto?

No momento em que escrevo este artigo, 1 dólar americano está valendo R$5,31. Fazendo uma conversão livre do preço no exterior, ele “deveria” sair aqui por R$371,64 e o valor do kit básico ser em torno de R$530,92, o que foge e muito da proposta inicial da fundação em ter produtos com um valor razoavelmente baixo e acessível para todos.

Mas, não é apenas o dólar alto que ajuda a encarecer os produtos RPi por aqui, o CEO da Filipeflop, Filipe Macedo em entrevista ao Tecnoblog afirmou que a empresa tem custos que impactam diretamente na formação do preço final para o consumidor brasileiro: muitos impostos variáveis, taxa de importação, taxa de nacionalização, despesas da empresa em transporte e manutenção, além disso, também existe a margem de lucro.

Embora o CEO tenha salientado que os números apresentados são aproximados, podemos ter uma noção dos motivos da linha de produtos RPi chegarem num valor tão acima do que gostaríamos que fosse.

Considerações finais

Infelizmente, produtos importados, principalmente ainda em lançamento, acabam sempre chegando ao Brasil com preços bem salgados, é só lembrar do lançamento dos consoles da geração anterior e também da geração atual, custando quase um rim (risos). Mas, para quem não perde a oportunidade de testar uma nova tecnologia, gadget ou dispositivo no seu lançamento, o RPi 400 é um sonho de consumo.

O que você achou dessa notícia amigo(a) pinguim? Pretende adquirir o Raspberry Pi 400? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Ubuntu recebe 3 prêmios de "melhor da MWC 2016"
Continue lendo

Ubuntu recebe 3 prêmios de “melhor da MWC 2016”

Nós estamos acompanhando com você os principais destaques da MWC 2016 para o mundo Linux e além dos tradicionais Smartphones Android o que se tem ouvido falar, e muito, é do Ubuntu. A Canonical recebeu alguns prêmios de destaque de alguns sites mundialmente famosos do setor de hardware e tecnologia
Tails 4.0 baseado no Debian 10 entra em fase beta
Continue lendo

Tails 4.0 baseado no Debian 10 entra em fase beta

Para os usuários que desejam uma privacidade em níveis mais elevados, utilizar apenas uma distribuição Linux não é o suficiente. Alguns requisitos são exigidos para se obter maior controle de sua privacidade e dados, usar apenas software livre é uma ótima opção, entretanto, digamos que ainda são necessárias outras etapas, é aí que entra a proposta da distro Linux Tails.