Raspberry Pi 400, seu novo desktop pessoal?

Raspberry Pi 400, seu novo desktop pessoal?

Os dispositivos Raspberry Pi já dispensam apresentações, esses pequenos computadores de placa única estão ficando cada dia mais famosos por conta de sua funcionalidade e portabilidade.

Utilizados por entusiastas da tecnologia e estudantes, esses dispositivos podem servir desde mini-servidores até poderosos desktops quando conectados a um teclado, mouse, internet e monitor.

Recentemente, a Raspberry Pi Foundation anunciou o Raspberry Pi 400, que torna seus dispositivos ainda mais práticos para uso como um desktop. Bastante parecido com o Commodore 64, ele é um computador em forma de teclado.

001 Commodore64

Prepare um cafezinho e saiba mais sobre esse novo dispositivo Pi e como este lançamento pode ser benéfico para usuários domésticos, e, até mesmo no meio empresarial, como computadores para escritórios.

Uma nova case para Raspberry Pi?

Muitos usuários devem pensar que o teclado é apenas uma nova case chique para os dispositivos Raspberry Pi, porém não é, bem, não exatamente. O Raspberry Pi possui uma placa mãe personalizada que foi projetada para ser utilizada neste teclado, além de um dissipador de calor para auxiliar o resfriamento do dispositivo. 

O teclado utilizado é bastante semelhante a um teclado USB que a empresa vendia há alguns anos, e possui entre 78/79 teclas (dependendo da região). Ele possui seis layouts disponíveis, porém a equipe está trabalhando para trazer outros (por enquanto, não foi confirmado o layout ABNT2).

Um pequeno detalhe se deve a seu esquema de cores. Atualmente, o dispositivo está disponível nas cores rosa e branco, porém, teremos uma versão cinza e branca.

004 Placa

Especificações do Raspberry Pi 400

Baseado no Dispositivo Raspberry Pi 4 de 4GB, suas especificações são o recomendável para usuários comuns (uso leve e em escritório). Veja abaixo as especificações do produto:

  • Broadcom BCM2711 Quad-core Cortex-A72 (ARM v8) SoC de 64 bits a 1,8 GHz
  • 4GB LPDDR4 
  • Wi-Fi dual band (2,4 e 5,0 GHz) IEEE 802.11 b/g/n/ac
  • Bluetooth 5.0
  • Gigabit Ethernet
  • 2 × portas USB 3.0 e 1 × portas USB 2.0
  • Cabeçalho GPIO horizontal de 40 pinos
  • 2 × portas micro HDMI (suporta até 4Kp60)
  • H.265 (decodificação 4Kp60); H.264 (decodificação 1080p60, codificação 1080p30); Gráficos OpenGL ES 3.0
  • Slot para cartão MicroSD (instalação do sistema operacional e armazenamento de dados)
  • Teclado compacto de 78 ou 79 teclas (dependendo da variante regional)
  • Conector USB de 5V 
  • Temperatura de operação: 0 ° C a + 50 ° C ambiente
  • Dimensões máximas 286 mm × 122 mm × 23 mm

Além destas configurações, é interessante citar que podem ocorrer atualizações das placas utilizadas pelo Raspberry Pi 400, para que o usuário possa aproveitar sua “case” e pagar um valor mais em conta por melhorias de memória e processador, por exemplo.

003 Teclado traseira

Os valores do Raspberry Pi 400

O valor referente ao dispositivo atualmente é US$ 70,00 (70 dólares americanos) que chegam a aproximadamente R$ 400,00 (quatrocentos reais) sem impostos.

Ele também possui um kit completo, que adicionam um mouse, fonte USB-C, cartão SD com o Raspberry Pi OS instalado, cabo micro-HDMI para HDMI e um guia oficial do Raspberry Pi para iniciantes, chegando ao valor de US$ 100,00 (cem dólares americanos), que chegam a aproximadamente R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais) sem impostos.

Para quem o Raspberry Pi 400 serve?

Diferente de seu modelo padrão que é bastante compacto, o Pi 400 é voltado ao usuário final, que não possui conhecimento em montagem de dispositivos Raspberry Pi. Ele pode ser utilizado para montar um desktop de escritório em empresas por exemplo.

Além do Raspberry Pi OS, vários sistemas como Ubuntu MATE e Ubuntu 20.10 já oferecem suporte completo a estes dispositivos, o que pode tornar a migração de empresas bastante fáceis.

Com um Kit completo, será preciso apenas um monitor e uma unidade de armazenamento. O Ubuntu 20.10, traz suporte nativo ao Active Directory, permitindo a empresa economizar com alguns computadores e licenças.

Além do já citado uso empresarial, ele também pode ser utilizado como um desktop para estudos, ou até mesmo um media center ou servidor, pois, mesmo com um formato diferente, ele continua sendo um Raspberry Pi.

“Raspberry Pi has always been a PC company. Inspired by the home computers of the 1980s, our mission is to put affordable, high-performance, programmable computers into the hands of people all over the world,” explains Raspberry Pi founder Eben Upton.

“A Raspberry Pi sempre foi uma empresa de PCs. Inspirado nos computadores domésticos da década de 1980, nossa missão é colocar computadores programáveis ​​de alto desempenho e acessíveis nas mãos de pessoas em todo o mundo ”, explica o fundador do Raspberry Pi, Eben Upton.

Considerações finais

O Raspberry Pi 400 é um dispositivo bastante interessante para ter como uma máquina de trabalho ou estudos, já que suas especificações garantem um desempenho satisfatório, porém, espero que em um futuro lançamento existam novas placas mais potentes para que seja possível trocá-las.

Ele ainda não está disponível no Brasil através de suas revendedoras oficiais, mas creio que chegará em breve (e se possível com o Layout ABNT 2).

Você já utiliza algum dispositivo Raspberry Pi? O que achou do Pi 400? Deixe pra gente nos comentários e até o próximo artigo.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste