Raspberry Pi: Dispositivos ganham uma nova revendedora no Brasil

Raspberry Pi: Dispositivos ganham uma nova revendedora no Brasil

Os dispositivos Raspberry Pi, são computadores de placa única que possuem tamanho reduzido. Eles podem ser conectados a monitores e periféricos externos, funcionando como uma máquina de trabalho em vários casos.

Eles são bastante conhecidos principalmente pelo fato de custarem poucos dólares para o usuário, já que uma de suas primeiras versões custavam incríveis US$ 5,00 (cinco dólares americanos).

Embora eles ainda sejam relativamente baratos para o que oferecem, até pouco tempo atrás para conseguir um modelo era necessário importar, correndo o risco de ser taxado. Porém, recentemente foi anunciado que os dispositivos agora possuem um revendedor oficial no país do futebol.

Para que serve um Raspberry Pi?

Dispositivos Raspberry Pi não possuem uma função em específico, já que o usuário é quem define o que vai ser feito com ele. É possível instalar um sistema operacional e utilizá-lo como computador pessoal, criar um servidor de arquivos e até mesmo utilizá-lo como um emulador de jogos com o projeto retropie.

Embora eu apenas tenha citado projetos para usuários comuns, o Raspberry Pi também é bastante utilizado em IoT (Internet das coisas), projetos como respiradores artificiais e até mesmo automação residencial.

Mesmo sendo um “brinquedinho” bem pequeno, ele é poderoso o suficiente para muitos entusiastas de tecnologia desejarem ter um, nem que seja para ficar “de enfeite” enquanto procura o projeto ideal.

Quem é a nova revendedora?

A empresa RoboCore, sediada em Santana do Paraíba no estado de São Paulo, passou a vender dispositivos Raspberry Pi e acessórios como cases e carregadores de forma oficial no Brasil.

A empresa publicou um anúncio em seu facebook que é a mais nova distribuidora oficial da Raspberry Pi, e disse que em breve, serão lançados periféricos para uso conjunto das placas assinados pela RoboCore. 

Em sua loja oficial, é possível encontrar vários modelos do Raspberry Pi, incluindo os novos modelos Pi 4 de 2GB, 4GB e 8GB, além de outras versões como o Pi 3 Model B+ e Pi Zero W.

Também estão disponíveis para compra, cases, cartões de memória de classe 10, fonte de alimentação, displays e hats para turbinar seu dispositivo.

Como fica a Filipeflop?

Até a recente parceria com a RoboCore, somente a empresa Filipeflop sediada em Florianópolis, Santa Catarina era uma revendedora autorizada no Brasil pela Raspberry Pi Foundation.

A empresa continuará vendendo normalmente, segundo Filipe Macedo da Filipeflop: “A Raspberry Pi tem ampliado o número de revendedores na América do Sul como um todo”, completa.

Esperamos que isso signifique um pouco mais de concorrência para esse setor e que no futuro possamos obter preços mais baixos, mesmo com o dólar alto.

Valores do Raspberry Pi no Brasil

O dispositivo Pi 4 tem um preço sugerido de aproximadamente US$ 35,00 (35 dólares americanos) nos EUA, algo em torno de R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais), porém no Brasil, ele custa pouco mais de R$ 400,00 (quatrocentos reais), em grande parte devido a impostos de importação.

Confira abaixo uma tabela comparativa entre os preços no mercado brasileiro e americano:

001 preco
Comparação de preços dos principais dispositivos Raspberry Pi

Qual a importância da homologação Anatel?

Os dispositivos irão contar com a homologação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que indica que eles passaram pelos testes necessários e são considerados adequados às normas brasileiras, além de garantir que possuem compatibilidade com nosso sistema de telecomunicações.

Essa homologação serve principalmente para proteger o consumidor de algumas dores de cabeça futuras. Além de significar que o aparelho emite uma quantidade segura de radiação, possui proteção elétrica e que não irá interferir em outros equipamentos.

Considerações finais

Caso você deseje comprar um dispositivo Raspberry Pi sem ter medo de pagar altas taxas de importação, e deseja produtos que sejam oficiais e certificados por órgãos como a Anatel, a possibilidade de comprá-los a partir de uma revendedora oficial está mais próxima do que nunca.

Pode ser que em um futuro a Raspberry Pi Foundation traga mais parcerias com revendedores oficiais, fazendo com que estes dispositivo possam ficar cada vez mais baratos.

Você já possui um Raspberry Pi? Que projetos já criou com ele? Deixe pra gente nos comentários, e até a próxima notícia, dica ou tutorial!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
SUSE aprimora suas plataformas cloud-native para aplicações modernas em containers
Continue lendo

SUSE aprimora suas plataformas cloud-native para aplicações modernas em containers

A SUSE, anunciou as suas atualizações das soluções de entrega de aplicativos, que ajudam os clientes a acelerar a produção de containers modernos e de aplicativos cloud-native. Esses updates antecipam a entrega e o suporte de soluções da SUSE para criar, implantar e gerenciar workloads em qualquer lugar – on premise, híbrido e multi-cloud – com serviço, valor e flexibilidade excepcionais.