Driver Linux NVIDIA da serie 440, traz boas novidades e melhorias

Driver 440.59

A NVIDIA começou o ano de 2020 dando um belo update no driver Linux na série 440, mais precisamente na versão 440.59. Em 2019 ela também mostrou algumas novidades muito boas, que você pode conferir neste artigo.  

Driver Linux NVIDIA da serie 440, traz boas novidades e melhorias

Algumas das melhorias que foram incorporadas, foram o suporte em conjunto com o Kernel Linux 5.5 no DisplayPort Multi-Stream Transport (DP MST), várias correções de vídeo, correção de um bug no DXVK em relação a compilação de shaders que ficavam em um loop infinito e um novo PRIME Synchronization como já visto nas outras releases da série 440 do driver.

As outras novidades e melhorias foram:  

  • Desativado limite do frame rate para configurações sem telas ativas quando o HardDPMS estiver ativado.
  • Restringiu o número máximo de telas por dispositivo da GPU, para impedir que o X server travasse quando mais de uma tela da GPU estiver configurada para um único dispositivo.  
  • Corrigido um bug que poderia causar uma falha no X server ao sair do DPMS com o HardDPMS ativado.
  • Adicionado um arquivo padrão ao salvar o arquivo para configuração de vídeo em nvidia-settings se o mesmo não for detectado.
  • Adicionado suporte para áudio através do DisplayPort Multi-Stream. Este suporte requer o kernel Linux versão 5.5 ou mais recente.
  • Atualizado o driver NVIDIA para permitir que os controladores de áudio de alta definição NVIDIA (HDA) respondam à exibição de eventos de hotplug enquanto o HDA ​​está suspenso no tempo de execução.
  • Corrigido um bug que fazia com que os títulos DXVK fizessem loop infinito durante a compilação do shader, se nenhuma instrução OpSource estivesse presente.
  • Adicionado o suporte à sincronização PRIME para o kernel Linux 5.4 e mais recente.  

Para mais detalhes e download do driver, você pode obtê-lo aqui.  

Bom, agora é aguardar a chegada do driver 440.59 nos repositórios das distros Linux, se é que não já chegou em algumas. Mas estou bem empolgado para poder testar juntamente com o Ubuntu 20.04 LTS, que ao meu ver, vai ser uma edição muito boa para os notebooks híbridos.  

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum, o Diolinux Plus. Espero você até a próxima, um forte abraço.  


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste