Focado em atender a demanda de estúdios multimídia e pessoas criativas, o Ubuntu Studio é uma flavour reconhecida pela Canonical, que oferece um ambiente de trabalho totalmente pronto para criadores multimídia desde o primeiro boot.

Ele conta com softwares como o GIMP, OBS-Studio, Ardour, LMMS, Kdenlive, rakarack e muitos outros, podendo atender a todas as demandas de produção multimídia que um usuário deseje, além de oferecer a possibilidade de adicionar novos apps quando você quiser.

O sistema evoluiu muito desde sua última versão LTS e no artigo de hoje, você irá conhecer um pouco mais sobre ele e as principais mudanças do Ubuntu Studio 22.04 LTS.

Um sistema para liberar sua criatividade

Bem, sistemas operacionais baseados na tecnologia Linux existem aos montes na internet, com inúmeros projetos focados em mercados específicos, porque não ter um sistema voltado a estúdios e pessoas criativas?

Lançado em maio de 2007 com a versão 7.04 (Feisty Fawn) do Ubuntu, o Ubuntu Studio visa atender o mercado de produção multimídia, oferecendo softwares para as mais diversas áreas da criação, como:

  • Modelagem e animação 3D;
  • Edição de áudio;
  • Edição de MIDI;
  • Edição de imagens;
  • Criação de desenhos vetoriais;
  • Edição de vídeos;
  • Editoração gráfica.

Muitas outras áreas que podem ser atendidas com este sistema operacional, porém, essas são algumas das principais e contam ao menos uma aplicação voltada a elas instalada no sistema.

Porque não um Ubuntu comum?

Você deve estar pensando que estas áreas podem ser abrangidas pelo Ubuntu, ou qualquer outro sistema operacional Linux. Então, porque uma distribuição com o propósito de criação multimídia?

Embora seja possível replicar um Ubuntu Studio em qualquer outro sistema operacional, o grande diferencial é o fato dele vir totalmente pronto para o usuário, contando com um ambiente de trabalho completo logo após a instalação.

Além disso, ele conta com o kernel low-latency que oferece tempos de acesso relativamente menores que o do kernel genérico, ideal para a produção musical principalmente.

Por falar em produção musical, outro diferencial do Ubuntu Studio é oferecer o ambiente de som JACK pré-configurado no sistema, bem como seus softwares complementares, como o QJackCtl, HDAJackRetask, Carla e Jack Mixer.

image 5

O Ubuntu Studio também oferece uma série de plugins pré-instalados por padrão em softwares como o Ardour e o GIMP, tornando estes softwares ainda mais poderosos.

image 4

Powered by KDE Plasma

Uma das principais mudanças que o Ubuntu Studio trouxe em sua versão 22.04 LTS trouxe em relação a sua LTS anterior está relacionada a interface gráfica, que deixou de ser o bom e velho XFCE para dar lugar ao KDE Plasma.

Essa mudança ocorreu a cerca de um ano, no Ubuntu Studio 21.04 (Hirsute Hippo) e acredito que as mudanças foram benéficas, tanto que estão oficialmente em uma versão LTS.

Com o uso do KDE Plasma ao invés do XFCE, os usuários do Ubuntu Studio ganham ainda mais opções de customização para o sistema, além de um visual mais moderno, caso você deseje utilizar o visual padrão do sistema.

image 5

Atualmente, o Ubuntu Studio está com a versão 5.24.4 do ambiente KDE Plasma e por se tratar de uma versão LTS do sistema, não espere por atualizações rápidas na versão do KDE, como ocorre no KDE Neon ou Manjaro KDE.

image 3

Utilizando o Ubuntu Studio 22.04 LTS

Bem, se você deseja utilizar o Ubuntu Studio 22.04 LTS em sua máquina atualizando uma versão LTS anterior do sistema, sinto em lhe dizer que esta versão não suporta atualização de uma base anterior devido à mudança no ambiente gráfico.

Para atualizar a versão, ou até mesmo instalá-la em seu sistema operacional, você precisará de realizar o download do arquivo ISO através do site oficial do Ubuntu Studio e instalar o sistema através de um pendrive bootável criado no Etcher, Rufus ou Ventoy.

Você já conhecia o Ubuntu Studio? O que achou de sua mudança para KDE?

Até o próximo artigo pinguim!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Novidades do Cutefish OS Beta 0.8
Continue lendo

Novidades do Cutefish OS Beta 0.8

O Cutefish OS é um sistema operacional em fase de desenvolvimento que pretende fornecer aos usuários um design de interface confortável e com ótima experiência, sendo uma melhor escolha em relação aos sistemas proprietários.