Vou trocar o Linux pelo Windows 10?

vou usar windows

Há vários anos tenho utilizado Linux no desktop como o meu sistema operacional principal, e, desde então, jamais dei uma chance para ver o quanto o Windows 10 havia evoluído com o passar do tempo e o quão bem ele poderia me atender hoje em dia.

Será que eu sou capaz de, por um momento, deixar as filosofias de lado e descobrir se o Windows 10 atualmente pode ser uma alternativa melhor do que uma distribuição Linux para mim?

O texto a seguir não é um comparativo técnico entre Windows 10 e Linux, mas sim uma análise baseada exclusivamente na minha experiência e nas minhas necessidades como usuário de sistemas operacionais para desktop.

Linux no desktop: a melhor escolha!

Após ter meus primeiros contatos mais sólidos com Linux através do Ubuntu 14.04, fui gradativamente me aprofundando na vasta quantidade de distribuições diferentes, até encontrar o Fedora, que em um determinado momento se tornou a melhor opção para o meu uso.

Desde que migrei para Linux, até pouco tempo atrás, utilizo o Windows 10 apenas para rodar alguns jogos que não funcionam ou não têm um desempenho satisfatório para mim no Linux. Muitas vezes passando vários meses sem sequer iniciar o sistema, porém, recentemente decidi fazer uma experiência e utilizar o Windows 10 como o meu sistema principal por algum tempo para ver o quão bem o mesmo pode me atender hoje em dia.

Quem não compara não escolhe, é escolhido

A minha intenção com essa experiência é responder algumas perguntas que há algum tempo eu estava fazendo para mim mesmo, como, por exemplo:

  • O Windows 10 de hoje (2021) é tão ruim quanto aquele que me fez querer abandoná-lo em 2015?
  • Voltar a utilizar o sistema da Microsoft hoje em dia afetaria a minha produtividade de alguma forma, seja positiva ou negativa?
  • Em 2015 a melhor escolha para mim, foi certamente passar a utilizar Linux, mas será que este continua sendo o caso hoje em dia?

Seis anos se passaram, e, não tem como eu afirmar que Linux é a melhor opção para mim se eu não tiver uma experiência sólida com o Windows 10 de hoje em dia para comparar. A única forma de descobrir é testando, e, foi exatamente isso que eu fiz!

Os aspectos visuais

A primeira coisa que vemos ao testar um sistema operacional é o aspecto visual. Quais são as cores do sistema? Como a interface é organizada? Quão fluido é o meu “workflow” utilizando aquela interface gráfica?

Após algum tempo pude chegar à conclusão de que o layout e aparência do Windows 10 definitivamente me agradam, porém, não tanto quanto o GNOME Shell, seja ele no Ubuntu ou no Fedora.

Embora seja apenas uma questão de gosto pessoal, o padrão com uma barra de tarefas na parte de baixo e menu no canto me parece um pouco antiquado para os tempos atuais. Além disso, hoje em dia o meu workflow flui muito mais naturalmente no GNOME Shell quando comparado à interfaces “Windows like”.

Personalização: Windows 10 vs distribuições Linux

Por padrão, o Windows 10 também me parece ser visualmente muito menos personalizável do que algumas das principais interfaces gráficas do mundo Linux (GNOME, Plasma, XFCE, etc.). Embora atualmente eu não personalize absolutamente nada no meu sistema, não se pode ignorar o fato de que essa é uma possibilidade muito mais simples de ser feita em qualquer distribuição Linux.

Se algo não me agrada na interface do Windows, as formas oficiais de personalização são extremamente limitadas, e as não oficiais geralmente são gambiarras que podem acabar causando bugs em certos aspectos do sistema. 

Ponto para o Linux nesse aspecto.

Diferenças de desempenho sentidas na prática

Considerando que esse comparativo tenha sido feito com base apenas no meu uso dos sistemas, embora por pouca diferença, tratando-se de desempenho é certamente uma vitória do Windows 10.

Os únicos tipos de softwares nos quais percebi qualquer diferença de desempenho foram os jogos. Em alguns casos as distros Linux se equiparam ao Windows, entregando o mesmo desempenho do sistema da Microsoft, enquanto em outros os sistemas Linux até mesmo entregam um desempenho melhor, porém, na maioria dos casos o Windows acaba entregando alguns frames a mais.

É claro que nem sempre alguns frames irão afetar a experiência do jogador, mas quando se tem um hardware de entrada ou intermediário quaisquer 5 ou 10 quadros por segundo podem fazer uma diferença considerável.

Fluidez do sistema

Apesar de eu não possuir um hardware “top de linha”, ele é bom o suficiente para que ambas as plataformas proporcionem o mesmo nível de fluidez. Todavia, vale deixar claro que, baseando-se nos meus testes, o Windows 10 entrega uma fluidez bastante inferior a qualquer distribuição Linux atual quando utilizado em hardwares muito básicos, especialmente se estiver instalado em um HD convencional.

Neste caso, todas as principais distros Linux rodando qualquer uma das interfaces gráficas mais populares devem entregar um sistema significantemente mais fluído quando estiverem rodando em hardwares extremamente básicos.

Compatibilidade com softwares

O Windows nasceu sendo um sistema focado em usuários de todos os níveis de conhecimento, inclusive os mais leigos, enquanto as distribuições Linux no desktop apenas se tornaram atrativas e viáveis para este tipo de pessoa muitos anos depois.

Isso fez com que o Windows se tornasse o foco principal dos desenvolvedores de softwares que têm como público alvo o “usuário comum”, e, consequentemente, tornou o sistema da Microsoft muito superior em compatibilidade com os aplicativos mais populares destinados a este tipo de pessoa.

Todavia, embora as distros Linux não sejam oficialmente compatíveis com vários dos softwares mais populares do mercado, atualmente possuem uma gama de aplicações que, embora não tão populares, são tão poderosas ou até superiores aquelas mais famosas no Windows.

Nem sempre popularidade é sinônimo de mais qualidade

Dito isso, uma pessoa que conheceu e aprendeu a utilizar os softwares disponíveis para Linux muitas vezes acaba por não sentir a menor falta de grandes nomes como a suíte office da Microsoft, Photoshop, Corel Draw, e etc.

Foi exatamente isso o que aconteceu comigo, e hoje em dia a única falta que eu sinto em relação à compatibilidade com Linux são alguns jogos e outros softwares bastante específicos relacionados a simulação de voo.

Foi por pouco, mas os números não mentem

Desta forma posso concluir que, embora na minha opinião o Windows 10 possua uma compatibilidade com softwares muito mais abrangente do que as distribuições Linux, essa diferença acaba me atingindo de uma forma muito reduzida.

Embora por pouca diferença, ainda é uma vitória para o Windows no quesito compatibilidade.

Manutenção do sistema

A manutenção do sistema é sem dúvidas um dos, se não o aspecto mais importante. Por quanto tempo o sistema operacional irá se manter funcional e responsivo?

O Windows fica lento sozinho?

Este sem dúvidas sempre foi um dos maiores problemas do sistema da Microsoft. Quem nunca viu o seu Windows, que costumava ser rápido e fluído, se tornar cada vez mais lento com o passar do tempo?

Não posso dizer que tal problema foi resolvido, visto que ainda vejo muitos relatos internet afora do mesmo se repetindo. Todavia, não foi algo que eu tenha experienciado nestes últimos meses que passei a utilizar o Windows mais ativamente no meu computador.

Mesmo assim, este é um problema que eu jamais tive em qualquer distribuição Linux, e sempre há um risco de que isso possa voltar a ocorrer caso eu passe a utilizar exclusivamente o Windows 10 no meu dia a dia. Não é difícil chegar à conclusão de que as distros Linux são sistemas muito mais sólidos nesse aspecto.

Atualizações do sistema

Tratando-se de manutenção do sistema operacional, este é sem dúvidas um aspecto em que as distros Linux estão “quilômetros” à frente do Windows.

No sistema da Microsoft as atualizações demoram significativamente mais para serem baixadas e instaladas, além de que muitas vezes precisam ser instaladas em três etapas: com o sistema ligado, durante o desligamento e novamente durante a inicialização. 

Como se não fosse ruim o suficiente, apenas as aplicações instaladas pela Windows Store são atualizadas automaticamente com o sistema, enquanto as outras devem ser baixadas e instaladas manualmente a cada nova versão do  aplicativo.

No Linux, por outro lado, no geral tudo pode ser instalado enquanto o sistema está ligado e pode continuar sendo utilizado normalmente, todos os softwares instalados são atualizados com o sistema e nada precisa ser instalado durante a reinicialização.

Obviamente um grande ponto para os sistemas Linux nesse aspecto.

Eu voltarei a utilizar o Windows 10?

Com o passar dos anos o Windows 10 se tornou um excelente sistema operacional, “anos-luz” à frente do que era na época em que eu o substituí pelo Ubuntu 14.04. Porém, além da minha preferência atual pelo GNOME Shell, todo o meu fluxo de trabalho funciona muito melhor no Linux. A maioria dos softwares que eu utilizo, são facilmente instaláveis e a manutenção do sistema é “absurdamente” mais fácil.

Além disso, hoje em dia o Linux no desktop se tornou mais do que apenas o sistema operacional que eu utilizo, também é uma parte importante do meu trabalho, e simplesmente não seria viável deixar de utilizar uma distro Linux como o meu sistema operacional principal.

Apesar do grande progresso que o Linux nos desktops teve nos últimos tempos em relação a jogos, não posso negar que o Windows 10 ainda me atende muito melhor nesse aspecto. Por isso, certamente continuarei utilizando o sistema da Microsoft para este fim e para ocasionais testes, como um sistema operacional secundário.

Qual é o melhor, “Linux” ou Windows?

Em geral, “Linux” não é melhor que Windows, e Windows não é melhor que “Linux”. O melhor sistema operacional é aquele que atende as suas necessidades. A única forma de escolher um sistema como “o melhor” é cada pessoa fazendo os seus testes e tirando as suas próprias conclusões.

O que você pensa sobre o Windows 10 hoje em dia? Quais as suas principais qualidades e defeitos? E qual é o sistema operacional que melhor atende você? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Isso é tudo pessoal! 😉


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Windows VS Linux - Instalação de programas
Continue lendo

Windows VS Linux – Instalação de programas

Cada sistema possui suas particularidades, e nos baseados em Linux não é diferente, prova disso é que existem diversas maneiras de se instalar programas no sistema do pinguim,. Através deste pequeno comparativo entre Windows e Linux, verá que mesmo seja diferente, isso não significa necessariamente que no Linux as opções são inferiores ou mais complexas.