Bastante conhecido por ser uma ótima alternativa ao Google Chrome, o Brave Browser é um navegador que vêm ganhando bastante apoio da comunidade ao longo dos anos.

Ele traz diversos recursos como bloqueio de anúncios e rastreadores de terceiros, que te garantem uma sessão de navegação tranquila e privada.

Pensando em aumentar a privacidade de seus usuários, a equipe do navegador está trazendo uma mudança para suas próximas versões, que irá utilizar um mecanismo de pesquisa próprio do navegador ao invés do Google Search.

Brave Search, suas pesquisas de forma privada

O mercado de buscadores está precisando de uma concorrência pesada há um bom tempo, uma vez que o Google Search é a principal ferramente de pesquisa de diversos usuários.

Embora existam algumas alternativas como o DuckDuck Go e o Microsoft Bing, nenhum deles ainda possui uma fatia tão grande do mercado quanto a solução da Google, porém, o Brave Search parece que veio mudar esta história.

image 83

Com uma interface totalmente moderna e altamente personalizável, o Brave Search pode ser um concorrente de peso para o Google Search, principalmente se considerarmos que assim como o Chrome, o Brave traz a ferramenta de pesquisa de forma integrada ao navegador.

Aqui no blog, temos um artigo falando mais sobre o Brave Search, apresentando o buscador e todos os recursos que ele traz a seus usuários.

Um grande passo para o Brave Browser

O Brave Search foi lançado em beta público no início desse ano e após alguns meses, já está pronto para ser implementado como padrão em seu navegador, sendo lançado ao mundo como uma tática de promoção valiosa para o produto.

image 82

Essa tática de auto promoção se deve ao fato do Google ter sido multado em mais de US$ 4 Bilhões pela União Europeia, por vincular ilegalmente a pesquisa do Google ao Android e agora, a empresa deve oferecer uma escolha de mecanismos de busca para os usuários do sistema, ao menos, na Europa.

Temos um artigo no Blog falando um pouco mais sobre esta briga judicial entre o Google e a UE, onde a gigante de buscas apresentou dados que dizem que o termo “Google” é o mais pesquisado no Bing.

“Como sabemos por experiência em muitos navegadores, a configuração padrão é crucial para adoção, e o Brave Search atingiu a qualidade e a massa crítica necessárias para se tornar nossa opção de pesquisa padrão e oferecer aos nossos usuários uma experiência on-line de privacidade por padrão contínua” Brendan Eich, cofundador e CEO da Brave.

Vale dizer que embora esta mudança possa aumentar o uso da ferramenta de pesquisa da Brave entre os próprios usuários do navegador, a participação do mesmo no mercado é tão pequena que nem chega a ser registrada com concorrentes já estabelecidos, como o Chrome, Safari, Microsoft Edge e Opera segundo os dados da StatCounter.

image 81

Em breve disponível para todos os usuários

Essa alteração já foi anunciada pela empresa e ocorrerá em alguns estágios, aplicada inicialmente a novos usuários e substituindo os mecanismos de pesquisa Google nos Estados Unidos, Reino Unido e Canadá, Qwant na França e DuckDuckGo na Alemanha.

Com essa mudança, a Brave também está lançando um sistema de opt-in para que os usuários da ferramenta de pesquisa possam contribuir com dados e melhorar resultados de pesquisa. 

Vale dizer que ao menos por enquanto, o serviço é de uso gratuito e não exibe anúncios, porém, a empresa diz que planeja lançar anúncios em sua versão gratuita futuramente e um serviço premium sem anúncios.

Você utiliza o navegador Brave? O que acha do Brave Search? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste