Logo após a Epic Games anunciar que o Easy Anti-Cheat terá suporte completo para Linux (incluindo Wine e Proton), os desenvolvedores do anti-cheat BattlEye seguiram os mesmos passos e também anunciaram suporte completo para o Steam Deck e Proton, animando quem curte jogar online no sistema do pinguim.

O que é o BattlEye?

Assim como o Easy Anti-Cheat da Epic Games, o BattlEye é um popular serviço anti-trapaça que possui o intuito de ajudar a reduzir as trapaças em jogos multijogador online. Porém, o serviço, apesar de já possuir suporte ao Linux, não possuía suporte ao Proton, fazendo com que os jogadores do sistema do pinguim fossem impossibilitados de jogar alguns títulos que usassem o serviço e rodassem via Proton.

Suporte oficial ao Proton

Num tweet feito pelo perfil oficial da equipe que mantém o BattlEye, nesta sexta-feira (24), foi ressaltado que o sistema de anti-cheat já fornece suporte nativo ao Linux. Porém, agora o anti-cheat oferece suporte oficial ao Proton, já se preparando para o Steam Deck, da Valve.

Em uma tradução livre:

“BattlEye forneceu suporte nativo para Linux e Mac por um longo tempo e podemos anunciar que também ofereceremos suporte para o próximo Steam Deck (Proton). Isso será feito de forma opcional, com os desenvolvedores de jogos escolhendo se desejam permitir ou não.”

Equipe BattlEye via Twitter

Títulos populares podem começar a funcionar no sistema do Pinguim

Assim como o Easy Anti-Cheat, o BattlEye pode ser encontrado em diversos jogos, incluindo PUBG: Battlegrounds, DayZ, Conan Exiles e muitos outros títulos que poderão passar a funcionar sem problemas no Linux via Proton.

PUBG

Primeiro o Easy Anti-Cheat oferecendo suporte completo ao Linux, agora o BattlEye oferecendo suporte oficial ao Proton. É muita emoção para um final de semana só. Porém, cabe lembrar que os desenvolvedores dos games ainda precisam fazer a parte deles e habilitar o suporte em seus títulos.

E você, o que achou das novidades? Está animado com isso tudo que vem acontecendo?

Abraços, pessoal. Até a próxima.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste