Após um rebranding geral no projeto GNOME, diversas aplicações estão recebendo melhorias, para se adequarem ao novo padrão do projeto.

Como o projeto GNOME é composto por centenas de aplicações, vários desenvolvedores ainda estão portando seus apps para as tecnologias libadwaita e GTK4, aproveitando esta oportunidade para reescrever códigos, trazendo recursos extras em seus softwares.

Recentemente, Marcus Lundblad um dos desenvolvedores do aplicativo GNOME Maps anunciou algumas melhorias que ele irá receber na versão 42 do projeto.

Utilizando URIs no GNOME Maps

Os desenvolvedores do GNOME Maps estavam observando algumas discussões sobre o projeto Evolution (cliente de e-mail) e um dos pedidos da comunidade era que o software pesquisasse por um endereço no aplicativo de mapas padrão do sistema ao invés da pesquisa baseada em web do OpenStreetMap.

Pensando nesse pedido, a edição 42 do GNOME Maps irá trazer o recurso de links URI assim como o Apple Maps do iOS, permitindo que o software se registre como um manipulador MIME para mapas, facilitando o processo de pesquisa através de URIs como:

maps:q=search%20query

Melhorando os níveis de zoom do aplicativo

Os níveis de zoom padrão utilizados atualmente no aplicativo foram encontrados com base na “caixa delimitadora de recurso”, utilizando alguns presets definidos pela biblioteca “geocode-glib”, porém, eles são bastante limitados e cobrem apenas alguns casos onde o zoom é necessário.

Procurando uma solução, Marcus começou a testar um novo branch que permite ao software utilizar níveis de zoom ainda mais refinados para certos lugares, utilizando descobertas a partir dos dados fornecidos pelo OpenStreetMap.

Além disso, essa nova forma de utilizar o zoom adiciona níveis distintos para locais menores como aldeias e vilas, ao invés de recorrer ao nível padrão do zoom que é mais adequado para grandes cidades.

Em breve no GNOME 42

Os novos recursos do GNOME Maps estarão disponíveis com o lançamento do GNOME 42 que dever ser anunciado no final do mês de março e estará disponível para uso em sistemas baseados no Arch Linux, OpenSUSE e no Fedora 36.

Você utiliza o GNOME Maps? O que achou destas novidades? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Os novos apps e recursos do GNOME 42
Continue lendo

Os novos apps e recursos do GNOME 42

O GNOME 42 chegou disponibilizando diversas novidades e recursos para a comunidade. Saiba mais sobre as mudanças nesta versão do projeto.