Nos últimos anos, jogar no Linux passou a ser algo comum já que com os avanços do Proton da Steam diversos títulos que outrora exclusivos de Windows, passaram a ser compatíveis com o sistema do pinguim.

Embora houvesse uma grande variedade de jogos disponíveis, muitos títulos não funcionavam devido ao anti-cheat, porém, essa história já está mudando e títulos como Brawlhalla podem ser executados no Proton, mesmo utilizando o Easy Anti-cheat.

O efeito Steam Deck

Recentemente, a Steam anunciou o Steam Deck, seu novo console portátil que trará uma nova versão do Steam OS que desta vez será baseada no Arch Linux e contará com a interface KDE.

Esse anúncio, trouxe diversas consequências positivas para os jogadores que utilizam Linux que agora terão ainda mais jogos compatíveis em sua biblioteca com o suporte do Batle Eye e Easy Anticheat ao Proton.

Alguns desenvolvedores de jogos estão trabalhando em compatibilizar seus títulos com a versão do anti-cheat para Proton até o lançamento do Steam Deck em dezembro deste ano.

Conheça o Brawlhalla

O Brawlhalla é um jogo de plataforma onde oito jogadores duelam até que sobre apenas um que irá ter toda a honra, glória e o direito de se gabar por ser o campeão nas arenas.

Com mais de 40 personagens jogáveis, cada um com habilidades, combinações de armas e movimentos exclusivos, a diversão está garantida entre você e seus amigos.

O jogo é totalmente gratuito além de ser multiplataforma, possuindo versões para PlayStation, Xbox, Nintendo Switch, Android, iOS e é claro PC, incluindo o suporte a Linux através do Proton da Steam.

Agora com Easy  Anti-Chat

A Blue Mammoth Games anunciou que no final de outubro o clássico jogo de luta Brawlhalla estará utilizando o Easy Anti-Cheat para evitar que hackers e atrapalhem a diversão de seus usuários.

Felizmente, a desenvolvedora pensou em sua comunidade de jogadores que utiliza Linux e compatibilizou o anti-cheat com o Steam Play Proton, e durante os testes em sua versão beta, o título pode ser jogado sem nenhum problema.

Vale dizer que o EAC utilizado na versão beta ainda não está na versão principal do jogo que continua funcionando normalmente.

O início de uma nova era para o Linux?

Embora seja um jogo relativamente simples, o Brawlhalla possui uma comunidade bastante ativa e o título há algum tempo figura entre os 100 melhores da Steam.

Muito em breve, poderemos ver títulos como Apex Legends, Fall Guys e Dead by Daylight rodando de forma satisfatória e sem nenhum tipo de problema no sistema do pinguim.

Você já jogou Brawlhalla? Quais outros jogos que usam o EAC você gostaria de ver portados para Linux? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste