quickgui
Tutoriais

Como instalar o Quickgui

O Quickgui é um software gráfico que utiliza as aplicações para terminal “quickemu” e “quickget” para criar e executar máquinas virtuais de sistemas Windows, Linux e macOS em distribuições Linux.

O que é “quickemu” e “quickget”?

O quickget e o quickemu são softwares desenvolvidos para Linux que rodam no terminal e servem para, respectivamente, baixar imagens de sistemas operacionais e utilizá-las na criação de máquinas virtuais.

Os softwares foram criados com o intuito de ser uma alternativa mais simples do que os populares VirtualBox e VMWare. Ao utilizar o quickget e o quickemu você pode, com apenas dois comandos, criar uma máquina virtual de uma lista com vários sistemas operacionais que podem ser baixados automaticamente pela ferramenta.

A solução para quem prefere cliques a comandos

O quickget e o quickemu são ferramentas poderosas e de fácil uso, porém, rodam apenas pelo terminal não sendo atrativos para todos os tipos de público. 

É por isso que os desenvolvedores do projeto quickemu criaram também o Quickgui, possibilitando que pessoas que preferem aplicações gráficas também possam aproveitar os principais recursos das ferramentas.

quickgui

Com o Quickgui, com poucos cliques, você escolhe o sistema operacional, a versão e a interface gráfica que você deseja. Depois é só clicar em “Download” que o app já faz o download e inicia a instalação do sistema para você.

virtual machine quickgui

O diretório onde a ISO do sistema operacional escolhido ficará armazenada também pode ser definido nesta tela, sem complicações.

Uma vez que o download esteja completo, basta clicar em “Manage existing machines”, na tela inicial do programa, para executar as máquinas virtuais a partir dos sistemas que você baixou.

quickget

Como a ideia por trás do software é justamente a simplicidade, o Quickgui não oferece opções avançadas de customização das máquinas virtuais em sua interface gráfica.

Mesmo assim, modificações nas configurações das máquinas virtuais podem ser feitas através da edição de um arquivo de configurações que existe para cada VM. Mais instruções para o ajuste dessas configurações avançadas podem ser encontradas na página do quickemu no Github.

Como instalar o Quickgui nas distros Linux

Para instalar o Quickgui é necessário, primeiro, instalar o quickemu. O software pode ser encontrado nos repositórios da comunidade do Arch Linux, o AUR, e está disponível em repositórios PPA que podem ser instalados no Ubuntu e seus derivados. 

Usuários de outras distros podem instalar o quickemu compilando o software.

Uma vez que o quickemu esteja instalado, basta instalar o Quickgui através do seu repositório PPA, do AUR, ou executando o arquivo binário disponibilizado na página do projeto no Github.

Instale o Quickgui e o quickemu no Ubuntu e seus derivados

Rode os comandos abaixo na seguinte ordem para instalar o quickemu através do seu repositório PPA.

sudo apt-add-repository ppa:flexiondotorg/quickemu
sudo apt update
sudo apt install quickemu

Por fim, rode os comandos abaixo na seguinte ordem para instalar o Quickgui a partir do seu repositório PPA.

sudo add-apt-repository ppa:yannick-mauray/quickgui
sudo apt update
sudo apt install quickgui

Após instalado, o Quickgui poderá ser encontrado no seu menu de aplicativos.

Instalando o Quickgui no Arch Linux, Manjaro e derivados

Nos derivados do Arch Linux você pode instalar o quickemu e o Quickgui utilizando um AUR Helper como o Yay. Neste caso, os comandos são:

yay -S quickemu
yay -S quickgui

Se você estiver no Manjaro, o método mais simples é pesquisar por “quickemu” e “quickgui” no Pamac, marcá-los para a instalação e clicar em “Aplicar”.

pamac quickemu

Como instalar o Quickgui em outras distros Linux

Utilizar o Quickgui em uma distro que não seja derivada do Arch Linux ou do Ubuntu é uma tarefa um pouco mais complicada. Primeiro, instale o quickemu, compilando o software, seguindo as instruções da página do projeto no Github.

Depois, é só baixar o arquivo executável do Quickgui, descompactá-lo e rodá-lo com dois cliques (semelhante aos softwares portáteis do Windows).

github quickgui

Caso você não consiga executar o arquivo, clique sobre o mesmo com o botão direito do mouse e depois em “Propriedades”. Na aba “Permissões”, certifique-se que a caixa de seleção “Permitir execução do arquivo como um programa” esteja marcada.

install quickgui

Pronto! O Quickgui está instalado e pronto para ser utilizado.

Quando menos é mais

O Quickgui é um daqueles softwares que traz “menos” recursos do que muitos dos seus concorrentes e justamente por isso, em muitos casos, acaba sendo a melhor alternativa para executar tarefa de forma simples e objetiva.

Uma aplicação possuir um grande número de opções de configuração só é uma vantagem quando a pessoa que a utiliza, realmente, precisa desse grande poder de customização.

Você já conhecia o Quickgui ou conhece uma alternativa que siga a mesma filosofia de simplicidade? Comente, abaixo, quais foram as suas impressões sobre o software.

Isso é tudo pessoal! 😉

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!