CutefishOS é uma distro que une a base Ubuntu com um visual macOS

CutefishOS é uma distro que une a base Ubuntu com um visual macOS

Se você curte o visual do macOS, mas não possui condições de comprar um dispositivo da Apple para ter acesso ao sistema, provavelmente já deve ter replicado o visual em algumas interfaces Linux como o GNOME ou o KDE.

Existem alguns sistemas operacionais que trazem uma experiência bastante semelhante ao que temos no macOS como o elementary OS, Fedora 34 e o CutefishOS que é o tema do artigo de hoje.

Trazendo o Cutefish Desktop

Lançado há alguns meses, o Cutefish Desktop é uma nova interface gráfica escrita em Qt que traz um visual bastante inspirado no macOS. Ele ainda não está totalmente pronto, mas seu desenvolvimento está bastante ativo.

Sua área de trabalho é bastante simples, trazendo um painel superior com suporte ao menu global e uma dock, além de um menu de aplicativos em tela cheia com suporte à pesquisa.

image 43

A interface traz vários aplicativos como o editor de textos Kate, o aplicativo de captura de tela Spectacle do projeto KDE, o navegador de internet Firefox e alguns aplicativos próprios como o gerenciador de arquivos, terminal e painel de configurações.

Falando em configurações, o Cutefish Desktop traz um centro de controle unificado, no melhor estilo iOS, fornecendo acesso rápido a configurações como Wi-Fi, volume, controles de mídia e modo escuro.

image 42

O seu aplicativo de configurações nativo não deixa muito a desejar, trazendo a maior parte das funções como configurações de aparência, conectividade, ajustes de monitor, perfis de energia e muito mais.

Baseado no Kubuntu 21.04

Esta versão do CutefishOS utiliza como base o Kubuntu 21.04 com uma pequena diferença: ao invés de um, ele traz dois gerenciadores de pacotes, o apt e o tap.

O apt é o gerenciador de pacotes padrão do Ubuntu, utilizado para gerenciar atualizações da base do sistema e aplicativos de terceiros como o Firefox, Kate e o kernel Linux.

Já o tap é um gerenciador de pacotes criado sob medida para lidar com as atualizações do Cutefish Desktop e seus aplicativos. Ou seja, para atualizar a interface, você precisa utilizar o comando tap update.

Download do CutefishOS

Se você deseja testar o CutefishOS para conferir o desenvolvimento da interface ou até mesmo criar o seu “iMac de pobre”, você pode realizar o download através do site oficial do projeto.

Lembre-se que este projeto ainda está sendo desenvolvido e existem bugs, inconsistências e até mesmo a falta de alguns recursos essenciais em uma interface.

Você conhecia o Cutefish Desktop? O que acha deste novo sistema operacional? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste