Dispositivos inteligentes estão ficando cada vez mais comuns em nossas vidas, seja através de um celular, uma televisão ou até mesmo um smartwatch, existe um amplo mercado para atender usuários que desejam uma experiência 100% digital.

Com um mercado tão vasto, a Ray-Ban e o Facebook, trouxeram um produto bastante conhecido por fãs de desenhos e filmes de ficção científica, estou falando de óculos inteligentes.

Tecnológico e estiloso!

Com um visual bastante atraente e um poder de processamento incrível, o Ray-Ban Stories chega para inovar o mercado de smart glasses, com a aparência de um óculos convencional (diferente do Spectacles do Snapchat), eles são os mais baratos da categoria, ao menos por enquanto.

Trazendo 20 variações de armação e três modelos diferentes para agradar aos mais diversos usuários, os dispositivos contam com um processador Snapdragon que promete a melhor performance para captura de áudio e imagens.

Falando em captura, o Ray-Ban Stories conta com duas câmeras de 5 megapixels, sistema de áudio com três microfones integrados, supressão de ruído e um belíssimo estojo para carregar a bateria, tudo isso pela bagatela de US$ 299,00.

image 49

Recursos interessantes para um óculos

Por se tratar de um modelo custo-benefício, os smart glasses não contam com uma tela no lugar das lentes, mas isso é algo bom, visto que os usuários podem usar várias categorias de lentes, desde as tradicionais para óculos escuros, transitions e até mesmo aquelas prescritas por oftalmologistas.

Ele possui pequenos alto-falantes que permitem ao usuário escutar músicas e podcasts durante uma caminhada, além de permitir uma melhor interação com a assistente virtual que te auxilia na captura de imagens.

Luz, câmera, ação!

O Ray-Ban Stories conta com duas câmeras, possibilitando captar imagens e gravar vídeos de até 30 segundos. O equipamento consegue armazenar 500 imagens ou 30 gravações.

Ele ainda conta com estabilizador de vídeo, redução de ruído, HDR e Low Light Fusion, além de machine learning para melhorar a qualidade dos arquivos disponíveis no óculos. Segundo a empresa, o dono do óculos pode balançar a cabeça ou até andar de Skate, pois a imagem será capturada do mesmo jeito.

Embora seja possível utilizar comandos de voz, o usuário pode optar por utilizar o botão físico localizado na lateral da armação, onde clicar uma vez inicia a gravação de um vídeo e pressionar o botão tira uma fotografia.

Integração com o Facebook View

Complementando o Ray-Ban Stories, o Facebook está lançando um novo aplicativo chamado Facebook View para Android e iOS. A função deste app é salvar o conteúdo gravado pelos óculos e trazer ferramentas exclusivas para a edição de fotos tiradas através dele.

image 48

Um risco a sua privacidade?

Sem dúvida nenhuma, andar com duas câmeras e três microfones em seu rosto pode representar um risco a sua privacidade, a solução para contornar esse problema foi tornar necessário que você utilize um e-mail para acessar  todos os recursos disponíveis em seu óculos.

O uso deste e-mail, impedirá que pessoas mal intencionadas tenham acesso aos seus arquivos em caso de perda ou roubo, já que ele apenas exibirá suas fotos e gravações caso esteja conectado ao seu email

Segundo a empresa, o Ray-Ban Stories será totalmente livre de anúncios publicitários e o próprio Facebook, criou uma página em seu site de privacidade dedicada ao produto.

Você sempre no controle

Mark Zuckerberg ressaltou no vídeo de lançamento dos óculos que eles “fazem mais que os smartphones” em relação à privacidade. Quando a câmera está em uso, por exemplo, uma pequeno LED se acenderá na armação.

“Também há um botão para desligar o óculos, para quando você estiver, por exemplo, em um espaço privado”, diz Zuckerberg. “Quando seus óculos estão desligados, significa que eles estão realmente desligados: o microfone não vai funcionar, e não é possível tirar fotos ou gravar vídeos”

Vale dizer que o uso da assistente virtual do Facebook é totalmente opcional, caso o usuário esteja com receio de interagir com o dispositivo através de sua voz.

Você teria um dispositivo destes? Qual sua opinião sobre o Ray-Ban Stories? Deixe ela nos comentários e até o próximo artigo.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste