Mozilla investe pesado em privacidade e segurança no Firefox 86

firefox 86 02

O Firefox é um grande exemplo de como um software livre pode ser um produto de extremo sucesso e qualidade. Embora já tenha vivido fases mais populares, o software da Mozilla é o único navegador “de peso” que não utiliza a base Chromium, e, mesmo possuindo um número significativamente menor de usuários, ainda é um concorrente de peso para o navegador do Google.

A equipe de desenvolvimento do Mozilla Firefox continua fazendo o que faz de melhor, desde que o software foi lançado em 2004, não para de inovar e trazer recursos que tornam o seu produto cada vez atrativo, e, desta vez não foi diferente.

Mais privacidade e segurança no Firefox 86

A versão 86 do Firefox está trazendo mudanças importantes na forma como o navegador gerencia o sistema de “cookies”, o que deverá limitar consideravelmente a forma com que sites podem monitorar as atividades dos usuários na internet, para oferecer publicidade direcionada, dentre outras coisas.

Cookies? Tipo aqueles de comer?

Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos navegadores para memorizar certos dados referentes à sua navegação na internet. É graças aos “cookies” que atualmente os navegadores tem a capacidade de, por exemplo, armazenar nomes de usuário e senhas nos sites que você faz login, bem como memorizar se você está utilizando o tema claro ou escuro em determinados sites e assim por diante.

O “lado ruim” dos “cookies”

A princípio não há nada de errado com os “cookies”, que inclusive ajudam muito a melhorar a nossa experiência utilizando a internet. Todavia, esta tecnologia muitas vezes é utilizada para fins que algumas pessoas denominariam como “de caráter duvidoso”.

Os “cookies” também podem ser utilizados por sites para identificar produtos pelos quais você pesquisa na internet e então oferecer publicidade direcionada. Um comportamento que muitos consideram no mínimo intrusivo.

Os planos da Mozilla para contornar o problema

A Mozilla não pretende eliminar o uso dos “cookies”, todavia, irá mudar a forma com que o navegador permite que os sites acessem essas informações, fazendo com que cada site possa acessar apenas os “cookies” gerados por ele mesmo, e, “nunca” por outros.

O método que os desenvolvedores do Firefox irão utilizar para cumprir essa missão é o “Total Cookie Protection”. Uma tecnologia que de certa forma se assemelha ao funcionamento dos Snaps e Flatpaks, sobre os quais já falamos diversas vezes aqui no blog.

Os formatos de empacotamento Snap e Flatpak, fazem com que os softwares sejam instalados de maneira que fiquem “isolados” do resto do sistema, cada um dentro do seu próprio contêiner.

mozilla-firefox-cookies

Agora que entendemos isso, fica mais fácil compreender o novo método de gerenciamento de “cookies” utilizado pelo Firefox, que irá isolar em contêineres separados os arquivos de informações de cada site, ao invés de jogá-los todos dentro de um mesmo “pote”.

Abrindo exceções de maneira inteligente

Mesmo mantendo os “cookies” separados uns dos outros, a nova versão 86 do Firefox irá trabalhar de forma inteligente para liberar a um site acesso limitado aos “cookies” de outro sempre que for necessário e conveniente para o usuário.

Um bom exemplo de um caso onde é necessário que um site tenha acesso aos “cookies” de outro, é quando você faz login em um serviço utilizando a sua conta do Google ou do Facebook, sem necessariamente realizar um cadastro via email.

Além disso, você também terá a possibilidade de manualmente conceder permissão de acesso temporário aos sites e domínios que quiser, sempre que julgar necessário.

Conheça também os “supercookies”

Com a versão 85 do Firefox a Mozilla lançou uma tecnologia que protege o usuário contra os chamados “supercookies”. Estes são arquivos de “cookies” que são intencionalmente armazenados em locais que não foram originalmente destinados a isso, dificultando que os mesmos sejam encontrados e apagados ao realizar uma limpeza de “cookies” no navegador.

A “Total Cookie Protection” está chegando para trabalhar em conjunto com esta tecnologia. Confira o que foi dito pela equipe da Mozilla sobre isso:

Together these features prevent websites from being able to “tag” your browser,  thereby eliminating the most pervasive cross-site tracking technique.

“Juntos, esses recursos evitam que sites possam identificar o seu navegador, assim eliminando a técnica de rastreamento entre sites mais invasiva.”

Outras novidades no Firefox 86

Além de todo o trabalho para aprimorar a segurança e a privacidade dos usuários, a Mozilla também preparou algumas outras novidades interessantes para o Firefox 86, das quais podemos destacar:

  • A implementação do Picture In Picture múltiplo. Conforme o nome já diz, agora será possível utilizar múltiplas janelas “PiP” simultaneamente;
  • Links com melhor contraste para serem mais facilmente identificáveis;
  • Funcionalidade de print aprimorada com um design mais limpo e melhor integração com as configurações de impressora;
  • Um novo modo de leitura que funciona com páginas HTML locais, dentre outros.

A nota de lançamento oficial (em inglês) com a lista completa de todas as novidades pode ser encontrada no site oficial do Firefox.

O quê você pensa sobre a forma com que sites fazem uso dos “cookies”, e as ideias da Mozilla para minimizar este problema no Firefox? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Isso é tudo pessoal! 😉


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Aproveite os descontos nos produtos BlitzWolf!
Continue lendo

Aproveite os descontos nos produtos BlitzWolf!

Os nossos patrocinadores da BlitzWolf mandaram uma lista de produtos que eles estão ofertando agora em Novembro por conta da Black Friday, além de produtos com excelente qualidade, temos também vários cupons para você comprar eles por um preço bem camarada, confira: