Utilizar tecnologias open source pode ser bastante benéfico para diversos usuários, seja para obter um maior controle sobre o software ou economizar dinheiro com licenças.

Pensando nisso, o estado de Schleswig-Holstein que fica ao norte da Alemanha, está iniciando seu plano de migrar seus computadores para software de código aberto, incluindo Linux e a suíte de escritório LibreOffice.

Reduzindo a dependência da Microsoft

Dentre os principais motivos desta mudança, temos a redução momentânea da dependência de software proprietário e futuramente o governo planeja ser totalmente independente de tecnologias proprietárias.

De acordo com o planejamento, até o final do ano de 2026, o Microsoft Office será totalmente substituído pelo LibreOffice em todos os 25.000 computadores utilizados pelos funcionários públicos (incluindo professores).

Com essa migração, o governo pretende substituir o sistema operacional das máquinas que utilizam Windows para uma distribuição Linux que ainda não foi divulgada.

Um passo a passo bem documentado

O planejamento do governo de Schleswig-Holstein está bastante maduro e documentado, algo importante para dar um passo em rumo a liberdade sem passar por frustrações.

Todos os passos necessários para esta mudança estão especificados no planejamento do parlamento estadual de Schleswig-Holstein e Jan Philipp Albrecht, o ministro digital do estado deu mais explicações sobre essa mudança em entrevista ao portal Heize Online.

Uma reunião com a equipe do LibreOffice

O governo do estado de Schleswig-Holstein realizou uma reunião para falar mais sobre essa migração e alguns dos convidados foram Lothar Becker e Thorsten Behrens da The Document Foundation, a entidade sem fins lucrativos por trás do LibreOffice.

Dentre as pautas da reunião, tivemos:

  • Soluções em nuvem;
  • Integração do LibreOffice com outros sistemas;
  • Ferramentas abertas de videoconferência.
image 26

A equipe da The Document Foundation anunciou que está bastante empolgada com a decisão do estado alemão em migrar para uma solução de código aberto e espera que futuramente mais estados e organizações ao redor do mundo possam seguir os passos de Schleswig-Holstein.

Você utiliza o LibreOffice em seu dia a dia? O que achou da decisão do governo de Schleswig-Holstein? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste