O DXVK, camada de compatibilidade entre o Direct3D (Dx9,10,11 e 12) para Vulkan, chegou na sua versão 1.5.5 no final de fevereiro com algumas correções de bugs e algumas melhorias em jogos importantes, tornando assim a jogatina no Linux mais agradável do que de costume.

No dia 29 de fevereiro o dev do projeto DXVK, Philip Rebohle, fez o anúncio da nova versão comentando quais correções de bugs foram feitas e, quais jogos foram melhorados a compatibilidade com a ferramenta.

Bugs corrigidos e melhorias realizadas

Começando com os bugs, esses foram corrigidos nesta versão do DXVK:

  • Implementado alguns recursos ausentes do D3D9;
  • Compatibilidade aprimorada do D3D9 com hardware Intel mais antigo;
  • Corrigida uma regressão que causava flickering (oscilações) em alguns títulos D3D9 no Intel ANV;
  • Corrigido um erro em que janelas que não correspondiam ao tamanho do buffer traseiro e produziam saída pixelizada em jogos D3D9;
  • Corrigido um possível travamento da GPU que poderia acontecer se um jogo usasse o modo de diálogo (dialog mode) D3D9;
  • Corrigido o comportamento incorreto com o mosaico da linha D3D11;
  • Foi corrigido crashes (quebras) e renderizações incorretas quando usado a opção d3d9.evictManagedOnUnlock. Essa opção é muito usado no jogo Skyrim, quando o mesmo usa uma quantidade grande de mods em alternativa ao ENBoot.

Já no lado dos jogos, alguns deles tiveram bugs corrigidos, assim podendo ser jogados novamente, os games são:

  • Book of Demons, Close Combat, Cross Racing Championship, Dungeons and Dragons: Temple of Elemental Evil, Elite Dangerous, Evil Genius, F1 2019, Hyperdimension Neptunia U Action Unleashed, Just Cause 1, Lumino City, Saint’s Row III / IV, Shade Wrath of Angels, Sins of a Solar Empire, Rocket League e Vampire: The Masquerade Bloodlines.

Para conferir a nota de lançamento, você pode acessá-la aqui.

Espero você até a próxima, acessem o nosso fórum Diolinux Plus e um forte abraço.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste