Mês de fevereiro trouxe novidades para o Linux Mint

Projeto 2020 Linux Mint

Como de costume, o pessoal do Linux Mint solta postagens mensais sobre as novidades que virão nas versões futuras do seu sistema, e no mês de fevereiro não foi diferente, trazendo uma novidade muito legal por sinal.

Primeiramente Clement, líder do projeto Linux Mint, agradeceu as pessoas que estão testando a versão BETA do Linux Mint LMDE (versão do Mint baseado no Debian) e ajudando a dar o “polimento” no sistema.

Novidades apresentadas

Nesta release, foram destacadas duas novidades: uma é em relação ao esquema de cores e a outra é sobre uma ferramenta para o compartilhamento em rede local de arquivos.

A primeira foi a mudança das paletas cores no tema de ícones Mint-Y, feita por Sébastien Bouchard, trabalhando na tonalidade, brilho e saturação, assim tornando as cores mais vibrantes, sem que afetasse a legibilidade e o conforto no sistema.

IY81yUjNCVLuyPfb1y8uNzJx0xDqUgHpq FwcERPBu9nF8YjMvrX9ZxesFyH36 acZ67VjnZvs2YWWZgQ

Para começar essa nova paleta de cores, foi usado o Mint-Y-Pink, pois já estava sendo usada por um dos devs do projeto, assim começando os testes e assim fazendo as alterações e revisões necessárias.

PTFBMjnBZ0t5PWJxt lrrphPPi8ypdCuYh rfsk7
 tema no esquema de cores antigo
W3Xx2rXwP omC00UtLfOM2zlPV4pQD8Frl0P6ZiKVM3ZHTUTMdXI5kfgtzlPfWxeLoMdod THarOjldMO6Aq9r4F0p
tema no esquema de cores novo

A segunda novidade fica por conta do projeto de compartilhamento de arquivos via rede local. Clement comenta que há 10 anos, no Linux Mint 6, existia uma ferramenta chamada Giver, que fazia esse compartilhamento de forma facilitada na rede local, sem precisar de servidores ou configurações adicionais, bastava ter o app instalado e utilizar. Essa funcionalidade lembra muito o Teleport, app esse que fizemos um artigo e você confere ele aqui.

Com o fim do programa Giver, o Linux Mint o removeu e assim “transferindo” algumas funcionalidades para o “Descoberta de rede” (Network discovery), mas não conseguindo o mesmo resultado do app descontinuado.

Mas agora a equipe do Linux Mint está trabalhando em uma aplicação que tende a fazer o mesmo trabalho e assim facilitando a troca de arquivos em uma rede local. Clement soltou duas prévias de como será o aplicativo, que por hora vai se chamar “Warpinator” e que segundo ele é “Até encontrarmos um bom nome, escolhemos algo totalmente ridículo para garantir que o mudaremos mais tarde🙂.

951lerHfIOYHglNR9Vzwc0H20CZJrkeYwRhDOx
Tela principal
iN54mIv0p234GiGCu cbJvRcmKx14CoCYwjV8YfwXQQtGiW mQe4Q2TmM UfrTFNmEiXH jLaUdfJj wQCpYJNm gwl j766dgg80tIzK8tsjbqy8K4QfBT1Q6J1j1dYuiC4n8cS
Tela de quando você clica no usuário

Se você quiser conferir o código fonte, basta acessá-lo aqui.

Essa última novidade realmente me chamou a atenção, pois vai facilitar e muito a troca de arquivos em uma rede local, sem precisar de servidores de arquivos e afins, bastando ter o app instalado e fazer o compartilhamento, também espero que funcione em outras distros, pois vai ser uma “mão na roda” essa ferramenta.

Para conferir a release completa do mês de fevereiro, você pode acessá-la aqui.

Espero você até a próxima, acessem o nosso fórum o Diolinux Plus e um forte abraço.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Yaru - Como instalar o novo tema do Ubuntu
Continue lendo

Yaru – Como instalar o novo tema do Ubuntu

Parece que finalmente as coisas estão mudando pelos lados da Canonical quando o assunto é o visual do Ubuntu, há vários anos os usuários pediam por uma renovação do tema Ambiance do Ubuntu, porém, parece que só agora, no Ubuntu 18.10, que sairá em Outubro de 2018, é que teremos um novo tema por padrão.