Qual o futuro do Google Stadia?

Qual o futuro do Google Stadia?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar no Google Stadia. Afinal o projeto desenvolvido pela Google que promete permitir que pessoas de todo mundo joguem títulos famosos em qualquer hardware usando streaming, fica cada dia mais famoso (talvez não pelo motivo certo).

Recentemente, a Google LLC, decidiu se concentrar em ser apenas uma plataforma, e para isso, fechou seu próprio estúdio, o Stadia Games and Entertainment (SG&E), que levou muitas pessoas a acreditarem que o projeto morreu de vez.

Será mesmo que é o fim do projeto? Vamos falar um pouco mais sobre isso e os impactos que esta mudança pode trazer.

Focando em ser uma plataforma

Após o lançamento bem-sucedido do jogo Cyberpunk 2077 na plataforma (não podemos dizer o mesmo do jogo em si), várias melhorias na integração com o YouTube e uma ótima jogabilidade em quase todos os dispositivos móveis, está bastante claro ao menos para a equipe do Google, que a tecnologia do Stadia está comprovada e funciona em escala.

Segundo Phil Harrison, vice-presidente e gerente geral do Google, ter os jogos transmitidos para qualquer tela é o futuro da indústria dos games e eles continuarão a investir no Stadia e em sua plataforma subjacente para fornecer a melhor experiência possível para jogos em nuvem.

Para tornar o Stadia melhor, a equipe decidiu ser hora de focar em algo, tomando a decisão de não investir em conteúdo exclusivo desenvolvido internamente, além de quaisquer outros jogos planejados a curto prazo.

Qual o motivo dessa mudança?

Segundo Phil Harrison, criar os melhores jogos do zero leva vários anos e um investimento significativo e ultimamente os custos estão crescendo cada vez mais.

Para o ano de 2021, a equipe vê uma oportunidade de trabalhar com parceiros que buscam soluções de jogos construídas sobre uma infraestrutura técnica avançada e ferramentas inclusas na plataforma Stadia.

A equipe está aumentando seus esforços para ajudar os desenvolvedores e editores de jogos a tirar proveito de suas tecnologias e entregar seus jogos diretamente para os jogadores.

Eles acreditam que esse é o melhor caminho para transformar o Google Stadia em um negócio sustentável de longo prazo, para expandir o setor.

O que muda no Google Stadia com essa decisão?

Uma pergunta que muitos usuários devem estar se fazendo agora é: “O que vai mudar com essa decisão?”. E bem, aparentemente não existem muitas mudanças, ao menos por enquanto.

A certeza que temos, é que ao menos por enquanto, o Google não pretende criar jogos próprios e isso pode ser bom em um futuro próximo.

Mais jogos no Stadia?

Por não existirem jogos desenvolvidos pela empresa é bem provável que a plataforma Stadia faça parcerias com desenvolvedoras de jogos como a CD Projekt Red, Tencent, Activision Blizzard, entre várias outras.

Além das grandes desenvolvedoras, pode ser que essa decisão ajude ainda mais os pequenos desenvolvedores de jogos indie, patrocinando o desenvolvimento e adotando alguns deles para a plataforma.

Uma plataforma melhorada

O Google Stadia é um projeto à frente de seu tempo, e isso pode acarretar em alguns problemas técnicos como o lag, imagem travada, perda de dados por conta da internet.

Com essa mudança, pode ser que a plataforma Stadia seja otimizada para que esses problemas possam ser reduzidos em outros locais, visto que a internet nos EUA é bem melhor que a internet disponível no Brasil.

Melhorar a infraestrutura do Stadia pode ser o pontapé inicial para que alguns usuários queiram adotá-lo em um futuro próximo.

O que você acha do Google Stadia? Você pretende utilizar esse projeto no futuro? Deixe nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
gpu-amd-vale-a-pena
Continue lendo

Vale a pena utilizar uma GPU AMD no Linux?

Você quer fazer aquele upgrade de GPU mas não faz ideia de qual seja a melhor opção para utilizar no Linux? Aquela velha dúvida “AMD ou Nvidia” não sai da sua cabeça? Este artigo pode ser a solução para o seu problema, vêm comigo!
Os 16 artigos mais acessados do blog Diolinux em 2016
Continue lendo

Os 16 artigos mais acessados do blog Diolinux em 2016

Estamos nos aproximando do final de mais um ano e com isso começam as minhas sessões de lembranças de tudo o que aconteceu durante este período. Não podemos dizer que 2016 foi uma ano "fácil", em todos os sentidos, mas ele também trouxe coisas boas e para nós, do blog Diolinux, ele certamente foi especial.