O quanto o WhatsApp sabe sobre você?

O quanto o WhatsApp sabe sobre você?

O aplicativo WhatsApp, pertencente ao Facebook, é um mensageiro bastante popular em solo brasileiro e está em pelo menos 90% dos dispositivos móveis do país. Utilizado por pessoas e empresas, ele facilita e muito a comunicação a distância, principalmente pelo fato de não precisar de créditos com a operadora, já que o mesmo opera sobre internet.

Mesmo com toda essa fama, o aplicativo perdeu alguns pontos com sua comunidade após realizar uma pequena (mas catastrófica) atualização em sua política de privacidade, fazendo com que várias pessoas perdessem a confiança na aplicação e procurando por outras soluções.

Você sabe realmente o que mudou com os novos termos de uso? Vamos falar um pouco sobre eles e alguns dos impactos que isso pode gerar no futuro, sendo assim, prepare sua bebida favorita, sente-se confortavelmente e vamos falar sobre a política de privacidade do WhatsApp.

Dados, dados e mais dados

Antes da atualização na política de privacidade, o WhatsApp já realizava uma certa coleta de dados, porém, com a nova atualização da política de privacidade, essa coleta tende a ficar um pouco maior.

Anteriormente, os dados coletados eram seu número, sua foto e nome de perfil, além da sua conta do Facebook (caso você tivesse uma e a vinculasse na aplicação). Muito embora esses dados sejam coletados, as mensagens pessoais permanecem intactas e não podem ser vistas pela equipe segundo a empresa.

Durante a atualização da política de privacidade do dia 4 de janeiro, alguns tópicos chamaram a atenção dos usuários da aplicação já que pareciam meio “invasivos” para a privacidade dos mesmos.

Os dados que você fornece

Ao utilizar a aplicação, mesmo por um curto período, podemos compartilhar inúmeros dados, alguns deles são:

  • Suas mensagens: calma, eles não leem suas mensagens (segundo a empresa). Embora o WhatsApp armazene suas mensagens apenas em seu celular, elas transitam por seus servidores, onde podem permanecer criptografadas caso não sejam enviadas ou caso sejam encaminhadas (para que possam ser entregues mais rápido).
  • Contatos: Caso as leis aplicáveis no território permitam, o WhatsApp faz o carregamento de sua lista de contatos, que podem estar ou não utilizando o aplicativo para se comunicar. Saiba mais aqui.
  • Status: Os status são mídias que aparecem durante 24 horas para seus contatos. Eles podem ser compartilhados com a equipe do WhatsApp caso sejam adicionados em sua conta.
  • Dados de pagamento: caso você utilize o WhatsApp Payments, o serviço terá informações como forma de pagamento, valor da transação, usuário que será pago.

Dados coletados automaticamente

Da mesma forma que você envia dados através do WhatsApp, ele pode coletar alguns dados seus de forma automática, como:

  • Dados de uso da aplicação: a empresa pode coletar sua atividade durante a utilização de seus serviços, além de dados de diagnóstico e desempenho.
  • Dados de conexões e dispositivos: dados específicos como a conexão de internet que está sendo utilizada, o dispositivo no qual o aplicativo está sendo executado e informações sobre o mesmo, como sistema operacional, nível de bateria, etc.
  • Localização: a equipe coleta e utiliza dados precisos de GPS quando você opta por utilizar algum recurso relacionado à localização e caso você não utilize algum serviço relacionado a isso, a equipe pode utilizar endereços IP e outros dados como códigos de área de telefone para calcular sua posição.

Para que meus dados são utilizados?

Segundo a empresa, os dados podem ser utilizados para operar e fornecer serviços, além de oferecer suporte, concluir compras ou transações, aprimorar, corrigir e personalizar os serviços existentes e conectá-los aos Produtos das Empresas do Facebook que você pode usar.

Eles também serviriam para garantir a proteção, a segurança e a integridade do serviço, verificando contas e atividades, combatendo condutas nocivas e protegendo os usuários do aplicativo de experiências indesejadas, como SPAM.

Caso você queira saber um pouco mais sobre as mudanças da política de privacidade, ela está disponível de forma online através de uma postagem no site oficial.

Eu vou ser afetado com as novas políticas do WhatsApp?

Caso você não concorde com elas, a resposta é sim, já que você irá precisar de um novo mensageiro para utilizar, pois, não será possível utilizar o WhatsApp caso você não concorde com as novas políticas.

Caso você concorde com elas ou simplesmente não ligue, parabéns, você não será afetado! 

Embora muitos usuários tenham feito tempestade em um copo d’água, vale dizer que a equipe do Facebook realizou um belo “marketing” para que os usuários tomassem conhecimento do que estava por vir, até porque, caso quisessem, poderiam deixar tudo “por baixo dos panos”.

Lembre-se que a decisão de ter privacidade é apenas sua, e caso você queira ter um mensageiro mais focado em privacidade, continue no artigo, pois vou dar algumas dicas de aplicativos.

Mensageiros focados em privacidade

Caso você esteja pensando em migrar do WhatsApp para manter sua privacidade, existem alguns mensageiros que podem ser uma ótima opção para você.

Telegram, o queridinho da vez

A primeira opção que me vem à cabeça quando o assunto é mensageiro com privacidade, é o Telegram. O aplicativo vem disputando território com o WhatsApp há alguns anos e já era muito utilizado, principalmente quando os servidores do WhatsApp caiam.

Com a polêmica do WhatsApp, o Telegram ganhou uma bela porcentagem de usuários do mensageiro mais popular do Brasil, principalmente por suas funções como stickers, upload de arquivos de até 2 GB e grupos com até 2.500 pessoas.

Ele está disponível para download nas principais plataformas, inclusive para Linux e possui código aberto.

Signal, o novo concorrente

O Signal não é um aplicativo recente, porém, caiu nas graças do público após a polêmica da política de privacidade no WhatsApp. Assim como o Telegram, ele possui código aberto e está disponível para download nas principais plataformas.

Ele não possui tantas diferenças do aplicativo WhatsApp quando o assunto é o envio de mensagens, porém, por possuir um foco em segurança e privacidade, ele se torna um ótimo concorrente.

Você já conferiu os termos de uso do WhatsApp? Pretende migrar de mensageiro? Deixe sua opinião nos comentários! E até o próximo artigo.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
5 aplicativos indispensáveis para seu Smartphone
Continue lendo

5 aplicativos indispensáveis para seu Smartphone

Há muito tempo o Smatphone deixou de ser apenas um aparelho móvel que faz ligações para se tornar algo essencial em nosso dia a dia. Atualmente, as ferramentas presentes neles permitem unir casais, como Tinder, chamar um motorista sem precisar procurar na rua por um, como o Uber, e até nos oferece momentos de lazer e descontração, como o divertido 7 Sultans cassino online – que, inclusive, vêm ajudando muitos brasileiros a fazerem uma renda extra mensalmente.