Basemark lança o Basemark GPU 1.2, uma ferramenta avançada de benchmarking

Basemark GPU 1.2

No mundo da tecnologia, ter boas ferramentas para benchmarking (testes comparativos) é algo extremamente importante, e nos ajuda a ter alguns parâmetros na hora da avaliação nos produtos ou apps que escolhemos. Existem várias no mercado e hoje vamos mostrar o Basemark GPU.

Para quem não conhece, o Basemark GPU é desenvolvido pela empresa Basemark Oy, sediada na cidade de Helsinki na Finlândia. A empresa desenvolve também o software Rocksolid Engine, que segundo o site deles, é “uma solução líder mundial em software de computação e gráficos em tempo real para aplicações industriais de missão crítica.”. Com isso, traz muita confiança e credibilidade para a empresa.

A empresa também diz que o desenvolvimento do Basemark GPU 1.2 é feito com estreita cooperação com as principais fabricantes de processadores e componentes eletrônicos, assim fazendo os testes feitos no app serem não apenas objetivos, mas relevantes. 

As principais características apresentadas pela empresa, em relação ao seu aplicativo de benchmarking, são:

  • Suporte aos seguintes sistemas operacionais: Android, iOS, Linux, MacOS e Windows;
  • Suporte às seguintes API gráficas: DirectX 12, Metal 2, OpenGL 4.5, OpenGL ES 3.1 e Vulkan 1.0;
  • Três modos diferentes: High Quality para desktops de alto rendimento, Medium Quality para laptops, computadores “medianos” e smartphones premium poderosos e Simple Quality para dispositivos embarcados, computadores “simples” e smartphones de nível básico;

Baixando o Basemark GPU

Na página de download, você pode escolher para qual sistema operacional preferir, mas aqui vamos ensinar a como instalar no Linux, que é bem fácil, pois está disponível no formato flatpak. Se o seu sistema ainda não tem suporte, veja esse tutorial. Depois de segui-lo, basta digitar o seguinte comando no terminal:

flatpak install flathub com.basemark.BasemarkGPU

Se preferir, você pode instalá-lo via loja de aplicativos, basta reiniciar o computador depois de adicionar o repositório do flathub, como mostrado no tutorial “linkado” logo acima.

Feito isso é só esperar a instalação terminar e procurar pelo programa no menu da sua distro 😁.

Acho muito legal e bom que programas como esse estejam disponíveis para Linux, além do Windows e macOS, pois assim a galera do pinguim não fica “desamparada” 😅.

Em caso de dúvidas, acessem o nosso fórum o Diolinux Plus, nos vemos no próximo artigo, forte abraço!

Talvez Você Também Goste
Nokia volta ao mercado
Continue lendo

Nokia volta ao mercado e lança seu primeiro Smartphone Android

Uma das companhias mais queridas do público consumidor está de volta ao mercado depois de passar alguns anos junto à Microsoft tentando alavancar o Windows Phone, projeto que infelizmente não deu certo, afinal, seria ótimo ter um grande terceiro concorrente, a Nokia voltou ao mercado com o Android, uma plataforma já consagrada no segmento.