DaVinci Resolve Fusion Titles Crash Linux – Como corrigir o erro no Ubuntu

DaVinci Resolve Fusion Titles Crash Linux

Eu sou um usuário entusiasta do DaVinci Resolve, ele, como ferramenta de edição, veio para facilitar muito a minha vida como produtor de conteúdo, seja pela sua interface e ferramentas que tornam o workflow da edição mais veloz e economiza tempo, até mesmo a sua renderização, que é absolutamente estonteante, entretanto, ele pode ter alguns probleminhas, que felizmente, podem ser corrigidos sem muitos apertos.

De forma geral, o instalador do DaVinci Resolve é super simples e carrega todas as bibliotecas que o software precisa, mesmo sem ser um Snap ou Flatpak, colocando praticamente todos os arquivos necessários dentro do diretório OPT. 

Veja também: Como instalar o DaVinci Resolve no Linux Convertendo vídeos para trabalhar com o DaVinci Resolve  

Há algum tempo, eu resolvi um problema sobre a reprodução de áudio do Resolve em uma instalação do Ubuntu que algumas pessoas mencionaram ter de enfrentar, num tutorial super rápido. A ideia é fazer o mesmo aqui, mas vamos contextualizar.

Fusion Titles

O Fusion é o compositor do DaVinci Resolve, ele seria um software concorrente do After Effects, no entanto, vários recursos de animações estão disponíveis para títulos envolvendo o Fusion, que por sua vez, usa tecnologia CUDA, da Nvidia, para gerar essas animações. Eu percebi que dependendo do efeito que eu colocasse, o programa simplesmente “crashava”, ou seja, ele travava e fechava.   Apesar disso acontecer de forma inconstante, era perceptível que não eram todos os “Fusion Titles” que tinham esse problema, então descobri que o que causava essa falha, era a falta de um link simbólico para a biblioteca libcuda, entre duas pastas diferentes, onde o Resolve buscava o CUDA para utilização no Fusion.  

Como resolver o problema? 

Simples, abra o terminal, copie e cole esse comando e pressione “enter”:

sudo ln -s /usr/lib/x86_64-linux-gnu/libcuda.so /usr/lib64/libcuda.so

Você pode criar o link simbólico também clicando com o botão direito do mouse sobre o arquivo “libcuda.so “, dentro de “/usr/lib/x86_64-linux-gnu/”, e copie ele para dentro de “usr/lib64/”.    Provavelmente o terminal é muito mais rápido, literalmente um “Ctrl+C/Ctrl+V”.

Dica: Caso o comando dê errado pela falta da existencia do diretório “user/lib64”, você pode criá-lo manualmente para resolver o problema, funciona perfeitamente.   Depois disso, basta testar os títulos do Fusion. Em minha experiência depois dessa mudança,  meu Resolve não teve mais nenhum problema com absolutamente todos os “Fusion Titles”, então, fica a dica.   Dúvidas sobre o Resolve?

Participe do nosso fórum e compartilhe seus conhecimentos.  

Até a próxima!  


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Migrando para o Linux
Continue lendo

Migrando para o Linux

Hoje vamos mais uma vez abrir espaço para a manifestação da opinião de um de nossos leitores fiéis, o Yure Felipeto, ele recentemente nos mandou uma matéria que gerou um grande debate chamada "A polêmica dos Refisefuqui", no texto de hoje ele vai abordar alguns aspectos relacionados a migração para o Linux segundo a sua própria experiência.