Microsoft permite instalar o Windows 11 em hardware antigo, mas com uma condição…

Microsoft permite instalar o Windows 11 em hardware antigo, mas com uma condição...

A Microsoft mal havia liberado a nova versão de seu sistema e já foi envolvida em várias polêmicas, principalmente quanto as novas exigências de hardware e a falta de suporte para processadores “antigos”, impossibilitando muitos usuários de atualizar para o Windows 11.

Após ser pressionada, a gigante de Redmond cedeu e irá liberar a nova versão do sistema para computadores “incompatíveis”, ou seja, com processadores lançados há mais de 5 anos e sem chip TPM.

Noticia boa, certo? Não necessariamente, visto que existe uma condição para utilizar o sistema em computadores antigos. 

Um sistema famoso (mesmo sem ser lançado)

Desde seu anúncio, o Windows 11 ficou bastante “hypado” pela comunidade de tecnologia, ganhando fãs que gostaram do que o sistema apresentou, e haters, que reclamaram da escolha de design e dos requisitos mínimos.

Após o anúncio, várias ISOs do sistema começaram a aparecer na internet,  podendo ser instaladas em máquinas antigas e desde então, vários usuários estão utilizando estas versões sem suporte oficial.

Creio que eu nem preciso dizer o quanto é arriscado utilizar estas versões que podem ser encontradas na internet e não sabemos a procedência, não é mesmo?

Uma condição duvidosa

Se o seu computador não atende aos requisitos mínimos e você realmente precise utilizar o Windows 11, é possível instalá-lo manualmente através de um arquivo ISO.

Até aí tudo certo, várias pessoas sabem como realizar o processo de instalação através do sistema, porém, ao instalar o sistema em um computador não compatível, você não receberá atualizações do Windows Update.

Sem Windows Update?

Embora seja bastante comum que alguns “técnicos” aconselhem desativar o Windows Update, é muito perigoso manter um sistema desatualizado, ainda mais após um lançamento, onde são enviadas várias correções de bugs.

Além de eventuais melhorias e correções de bugs, os usuários perderão acesso aos patches de segurança, visto que as atualizações automáticas do Windows estarão desativadas.

Você poderá manter o seu sistema atualizado, realizando o download das atualizações através do Catálogo do Microsoft Update e instalando as atualizações manualmente, ou utilizando soluções como o WSUS Offline Update.

Por que remover as atualizações?

A pergunta que as pessoas estão fazendo agora é: Por que bloquear as atualizações automáticas do sistema? E mesmo que não exista uma explicação oficial, eu tenho um palpite.

A falta de atualizações automáticas pode desestimular alguns usuários a utilizarem o sistema em máquinas de produção, visto que realizar todo o processo manualmente irá gerar mais trabalho para os administradores do sistema.

Caso fossem fornecidas atualizações automáticas para hardware não suportado, o sistema poderia quebrar e a culpa seria sobre a Microsoft, porém, tornando o usuário  o único responsável pela instalação, caso uma atualização quebre o sistema, a Microsoft está isenta de qualquer responsabilidade.

Vale mesmo usar o Windows 11?

Com essa mudança de postura, muitos usuários devem estar pensando se compensa ou não migrar para a nova versão do Windows. Em minha opinião sincera, se seu hardware não for suportado pela nova versão e você realmente precise utilizar o Windows, mantenha-se na versão 10.

O Windows 10 continuará com suporte oficial até outubro de 2025 e irá rodar os mesmos softwares que você utilizaria no Windows 11. Não vale a pena arriscar a sua segurança utilizando uma nova versão sem suporte.

O que você acha sobre a falta de atualizações para hardwares não suportados? Deixe sua opinião nos comentários e até o próximo artigo!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste