Pop!_OS

Como configurar a ZRAM no Pop!_OS

O que é e como configurar a ZRAM? Essa é a pergunta que responderemos hoje. Mesmo que as placas de memória RAM custem menos, a limitação da quantidade máxima de memória é feita pela sua placa-mãe. Se você que um computador que engasgue ou trave menos, acompanhe conosco como configurar a ZRAM no Pop!_OS.

O que é a memória virtual?

Desde o momento em que você liga o seu computador, informações são carregadas na memória, processadas e, quando não são mais necessárias, são descartadas.

Quando a quantidade de memória física (RAM) do seu dispositivo é insuficiente, os sistemas recorrem ao uso de memória virtual, blocos de informações deixam a memória física sendo armazenados numa partição especial do disco (a partição swap), num arquivo de troca (arquivo swap) ou compactados na própria memória física.

A tecnologia ZRAM isola uma parte da memória física e comprime as informações que nela são armazenadas, aumentando a quantidade de memória disponível e melhorando o desempenho global do computador, pois o acesso à memória ZRAM é feito muito mais rapidamente do que a uma partição swap, mesmo num disco SSD.

Como gerenciar a memória virtual ZRAM?

Um software faz o gerenciamento da memória ZRAM antes que o sistema inicie a troca de informações (em inglês, swap) com o disco. Este recurso está presente no próprio kernel do Linux desde a versão 3.15 (lançada em 8 de junho de 2014): um módulo que cria um dispositivo virtual de um bloco compactado de memória RAM.

Uma vez ativado esse módulo do kernel, ele automaticamente cria dispositivos virtuais baseados na memória RAM. O dispositivo não consome nenhuma memória por padrão, em vez disso, aumenta e diminui gradualmente à medida que compacta e libera memória. 

Em princípio, o uso da ZRAM em computadores com discos SSD reduz o desgaste da cópia e leitura dos dados numa partição ou arquivo de swap, preservando a vida útil do dispositivo. Há vários algoritmos de compressão, como o LZ4, o LZO e o ZSTD, e eles procuram atingir o melhor balanço entre taxa de compressão dos dados e a velocidade de descompactação.

O uso da tecnologia ZRAM é particularmente benéfico em máquinas com pouca memória RAM física ou onde os usuários usem jogos que sejam sensíveis à latência da memória. Pelo contrário, máquinas com muita memória ou que rodem preferencialmente aplicativos que utilizam muita CPU (e não muita memória) não serão tão beneficiados ao ativar a ZRAM.

Como configurar a ZRAM no Pop!_OS

A última versão do Pop!_OS já vem com o módulo ZRAM ativado e, com base nos testes realizados pela comunidade de usuários em dezembro, descobriram os parâmetros de configuração ideais para usuários de:

  • Jogos com uso intensivo de recursos e sensível à latência;
  • Usuários com consumo intensivo de recursos como edição de fotos e vídeos, modelagem e renderização 3D, uso de algoritmos de inteligência artificial e aprendizado de máquina;
  • Programadores que executam compilação de códigos extensos.

Para começar a utilizá-los na distribuição, basta atualizar o sistema para receber automaticamente as configurações ideais no arquivo pop-default-settings-zram (5.1.0~1672268612~22.04~7fcad35). Abra um terminal e digite:

sudo apt update && sudo apt upgrade

Pronto! Você pode verificar se o ZRAM está ativado através de um dos seguintes comandos:

sudo dmesg | grep -i zram

ZRAM - Instalação padrão no Pop!_OS
ZRAM – Instalação padrão no Pop!_OS

ou

cat /proc/swaps

ZRAM - Instalação padrão no Pop!_OS
ZRAM – Instalação padrão no Pop!_OS

A simples presença de dispositivos /dev/zramX (onde X é um número) indica que a tecnologia ZRAM está ativada.

O Pop_OS! utiliza o algoritmo ZSTD por padrão, com uma taxa de compactação média de 3:1, o que significa que, por exemplo, 8 GB de RAM possam ser compactados e utilizar efetivamente apenas cerca de 2,5 GB.

Caso você tenha sido um dos testadores beta, basta remover o repositório de teste e atualizar o sistema com os comandos abaixo:

sudo apt-manage remove popdev-zram
sudo apt update
sudo apt full-upgrade

Dica extra: em outras distribuições baseadas no Debian ou Ubuntu, basta instalar o aplicativo que gerencia esse módulo, abrindo um terminal e digitando o comando abaixo:

sudo apt-get install zram-config

Gostou do ZRAM? Então nos ajude compartilhando com seus amigos o nosso canal de dicas no YouTube!

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!