Linux Counter estima 83 milhões de usuários Linux no mundo

Linux Counter estima 83 milhões de usuários Linux no mundo

Estimar a quantidade de usuários Linux é algo extremamente complicado, uma vez que praticamente todos utilizam Linux direta, ou indiretamente, o próprio Ubuntu é um exemplo disso, da quantidade de pessoas que se beneficia do Linux. Quanto o assunto é desktop “a coisa” fica mais complicada, mas ainda assim existem esforços para estimar estas quantidades.

É um esforço legítimo, mas mesmo assim não temos um número certeiro, porém o pessoal do Linux Counter tenta fazer isso há um certo tempo já. O objetivo do site é simplesmente levantar estatísticas sobre o Linux, e uma das mais interessantes é a estimativa de usuários Linux que existem.

O Linux Counter permite que os usuários cadastrem-se no site e preenchendo algumas informações estes dados viram estatísticas e através dos dados o site faz um projeção do que seriam (mais ou menos) a quantidade de usuários do Linux ao redor do mundo, baseado nos cadastros que eles tem.

Eu recebi um e-mail deles atualizando-me dos números que foram compilados agora em Janeiro de 2016 e devo dizer que, apesar de não serem, como eu disse, uma certeza, eles dão uma boa elucidada na questão.

Segundo o Linux Counter hoje somos cerca de 83 milhões de usuários.

Quantidade de usuários Linux

Assim como eu expliquei no vídeo sobre o Distrowatch, dele não ser uma parâmetro para a quantidade de usuários que uma distribuição Linux tem, o Linux Counter também não é 100% confiável mas de qualquer forma podemos ter uma ideia do que realmente é, sendo que você pode consultar esta e muitas outras estatísticas diretamente no site do projeto.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Debian 10 poderá vir com Wayland por padrão
Continue lendo

Debian 10 poderá vir com Wayland por padrão

O Debian é sem dúvidas uma das distribuições Linux mais famosas e adoradas pela comunidade. Seja por sua estabilidade monstruosa ou por ser a "mãe" de uma infinidade de distribuições. Conhecido por "ir com calma", o Debian é cauteloso na incorporação de novas tecnologias ao projeto. Entretanto parece que com o Wayland será diferente.