No dia 10 de março a Amazon anunciou a sua nova distribuição Linux chamada Bottlerocket, focada em hospedagem em containers. De todos os containers hospedados na AWS, 80% já dependiam de tecnologias próprias, como o ECS (Elastic Container Service) e EKS (Elastic Kubernetes Service).

O AWS é o serviço de hospedagem mais utilizado no mercado atualmente, responsável por uma boa parte da receita da Amazon, justificando o investimento em um sistema operacional próprio para rodar em seus servidores.

Ambientes baseados em containers facilitam a escalabilidade, além de terem melhorias em segurança, atualizações e armazenamento.

Ao invés da tradicional atualização através de pacotes, o Bottlerocket utiliza um modelo baseado em imagens, que permite um completo rollback caso necessário, similar ao que o Fedora Silverblue faz.

O novo sistema operacional da Amazon suporta imagens Docker e outras imagens que sejam compatíveis com a “Iniciativa Open Container” (OCI).

Este novo sistema operacional só vem apenas com os arquivos necessários para rodar os containers, e segundo a própria Amazon, isso diminui a possibilidade de possíveis ataques, já que existem menos elementos “atacáveis”.

O  Bottlerocket também utiliza um sistema de arquivos que primariamente é apenas leitura, e o acesso via SSH não é recomendado, sendo disponível apenas através de um container separado para admin, que você pode ativar apenas quando necessário e para resolução de problemas.

Caso tenha interesse, você pode visualizar o código no Github do Bottlerocket.

Se você tiver alguma dúvida sobre tecnologia, ou quiser compartilhar conhecimento com a comunidade, o Diolinux Plus é o espaço ideal para isso. Vem fazer parte da nossa comunidade!

Até a próxima!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste