Editorial

8 cuidados para melhorar sua segurança digital no Linux

Manter hábitos saudáveis de segurança digital pode ser muito mais trabalhoso do que parece. Muitas pessoas ainda utilizam nomes e datas simbólicas como senhas e nem sequer desconfiam do risco que correm ao manterem essas práticas.

Mesmo ao utilizar sistemas operacionais Linux, considerados bastante seguros, algumas práticas de segurança são essenciais para evitar prejuízos e grandes “dores de cabeça”.

Até mesmo os profissionais estão em risco

Mesmo pessoas com conhecimento técnico em T.I. ou que trabalham produzindo conteúdo para a internet há anos acabam cometendo erros que, depois, os fazem pensar: “Como eu fui fazer isso?”.

Um dos exemplos mais notórios é que o próprio Mark Zuckerberg criador do Facebook, teve sua conta do Facebook e Linkedin invadidas, segundo as informações divulgadas, as contas eram protegidas pela senha “dadada”.

Outro exemplo, menos grave e mais próximo de nós, foi o caso do Dionatan, o criador do projeto Diolinux, que, conforme relatado no vídeo abaixo, passou por uma grande “dor de cabeça” após ter perdido o acesso ao seu smartphone.

As senhas mais utilizadas no mundo

Os resultados da pesquisa da ExpressVPN sobre as senhas mais utilizadas nos principais países.

Segundo o estudo, infelizmente, a clássica senha “12345” ainda é uma das combinações mais utilizadas nos países onde a pesquisa foi realizada.

Além disso, os dados coletados revelam que as senhas de muitas pessoas estão ligadas a fatores culturais de cada país. Por exemplo, uma das senhas mais utilizadas pelos italianos é a palavra “Juventus”, nome de um popular time de futebol do país.

seguranca digital - passwords-around-the-world-pt-622x1024

Todas as senhas demonstradas na imagem acima estão no top 10 entre as mais utilizadas em cada país. Ao observá-la, fica claro o quão perigosa é a situação ao percebemos que o nome “ashley” é uma das senhas mais utilizadas no Reino Unido e a palavra “passwort”, que significa “senha” em alemão, está entre as combinações mais utilizadas no país.

Para ajudar você a evitar este risco, preparamos oito dicas sobre como manter a sua segurança digital no nível mais alto possível.

01. Fuja das senhas fracas

Embora, cada vez mais, as pessoas estejam criando consciência sobre a importância de se ter uma senha complexa, muitos ainda utilizam datas de nascimento, nomes de músicas, filmes ou bandas como senha para serviços como streamings e redes sociais.

Algumas pessoas, inclusive, utilizam senhas óbvias como essas para serviços financeiros e lojas, que contém dados pessoais extremamente sensíveis. Por isso, para manter o maior nível possível de segurança digital, é muito importante que você utilize senhas que atendam os seguintes fatores:

  • Conter 14 ou mais caracteres (alguns serviços impõem um limite máximo de caracteres no momento da criação da senha);
  • Possuir caracteres aleatórios e não frases, palavras ou nomes;
  • Incluir múltiplas ocorrências de letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos especiais.

Exemplo de uma senha forte:

!FyN3b%*a$Xz8o#

Senhas aleatórias, como o exemplo acima, podem ser criadas automaticamente no Linux, Windows, macOS e dispositivos móveis, através de diversos serviços online.

02. Utilize senhas únicas para cada serviço

Outra prática perigosa que é muito comum entre um grande número de pessoas é a utilização da mesma senha para todos os cadastros. Embora exista uma vantagem prática em relação a isso, lembre-se que quando uma pessoa, mal intencionada, descobrir a sua senha, a mesma terá acesso a todos os serviços que você utiliza.

Por mais complexa que seja a combinação de caracteres que forma essa senha única, hoje em dia, existem softwares maliciosos que conseguem registrar cada tecla pressionada no teclado do seu computador ou smartphone. Por isso, é essencial que você utilize senhas únicas e complexas para cada serviço.

03. Um gerenciador de senhas é essencial

Embora seja mais seguro, pode ser um grande desafio memorizar uma senha aleatória e longa que contenha diversos tipos de caracteres. Imagine, então, decorar uma combinação como essa para cada serviço que você utiliza.

É por isso que é tão importante utilizar um serviço de gerenciamento de senhas, como o BitWarden ou o 1Password.

bitwarden
Imagem do cliente para Linux do BitWarden, um gerenciador de senhas open source.

Todas as suas informações de segurança digital, como logins, senhas e dados de cartões de crédito podem ser armazenadas nesses serviços. Depois, através dos apps e extensões para navegador, com poucos cliques, estes dados podem ser preenchidos automaticamente quando você quiser utilizá-los.

Desta forma, você precisará decorar apenas uma senha mestra, utilizada para desbloquear o acesso às informações contidas no gerenciador de senhas.

Também é importante que o gerenciador de senhas escolhido seja multiplataforma. Desta forma, você poderá utilizar o mesmo serviço na sua distro Linux, dispositivos móveis e várias outras plataformas.

04. Se for anotar, utilize papel e caneta

Jamais anote os seus números de documentos, logins, senhas e códigos de recuperação em aplicativos de notas ou deixe-os em conversas de apps de mensagens que podem ser, facilmente, acessados por pessoas não autorizadas.

O ideal é que você mantenha a senha do seu gerenciador de senhas apenas na sua memória. Porém, se isso não for possível, anote-a em um pedaço de papel e guarde-o num local seguro. O mesmo vale para caso você precise anotar as senhas dos seus cartões. 

Se a informação não estiver disponível em um dispositivo que se conecte à internet, jamais poderá ser acessada por softwares de código malicioso.

Caso você faça questão de anotar informações importantes em softwares, como último recurso, dê preferência para os próprios gerenciadores de senhas que, normalmente, possuem recursos de criptografia sendo desenvolvidos para atender este tipo de necessidade.

05. A praticidade da biometria

Outra funcionalidade que pode ser uma grande ajuda é a biometria, que pode ser utilizada no lugar das senhas.

Embora essa funcionalidade seja mais comum em smartphones e tablets, ela também está presente em alguns modelos de laptops e pode ser utilizada em computadores de mesa rodando Linux ou qualquer outro sistema operacional moderno, com acessórios que podem ser comprados separadamente.

Como as nossas impressões digitais são únicas, é impossível que uma pessoa não autorizada possa ter acesso a um aplicativo ou desbloquear o acesso ao seu dispositivo.

Além disso, os sensores levam apenas um ou dois segundos para reconhecer a sua impressão digital, tornando a biometria uma das formas mais práticas de acessar sistemas e apps.

06. A autenticação em dois fatores via aplicativo é indispensável!

Sem a autenticação em dois fatores, qualquer pessoa que descubra o seu login e senha para um serviço poderá acessá-lo sem qualquer dificuldade. Além de ser extremamente perigoso, atualmente, este é um risco desnecessário.

A forma mais segura de autenticação em dois fatores é a utilização de aplicativos como o Authy, que pode ser instalado simultaneamente no Android, iOS, Linux, Windows e macOS. Dessa forma, se você perder o acesso a um dispositivo, ainda poderá obter os seus códigos de autenticação através dos outros.

Porque a autenticação em dois fatores via SMS é menos segura

Os métodos de autenticação em dois fatores via SMS estão sujeitos a um número muito maior de riscos quando comparados aos aplicativos.

Um dos exemplos mais populares de insegurança relacionada a autenticação em dois fatores via SMS é o “Phishing”, que em combinação com outra técnica chamada “Spoofing” pode ser utilizado para interceptar e ler mensagens de texto.

A situação fica ainda pior quando a tática utilizada é o “SIM Swapping”, que dá aos criminosos acesso total ao seu número de telefone.

07. Utilize cartões de crédito e débito de uso único

Muitas pessoas ainda acreditam que o maior risco que correm ao comprar um produto pela internet é a possibilidade de que ele não seja entregue ou venha danificado. Infelizmente, o problema pode ser muito maior do que isso.

Mesmo que o site onde você está realizando a compra seja confiável, softwares maliciosos que podem estar rodando na sua máquina podem coletar os dados dos seus cartões no momento em que você os digita. Felizmente, hoje em dia, existe um método bastante acessível para evitar este problema.

A maioria das instituições financeiras oferece, através dos seus aplicativos, cartões de crédito e débito virtuais pensados especificamente para serem utilizados em compras online.

O código de segurança e, muitas vezes, o próprio número desses cartões, é alterado periodicamente. Desta forma, mesmo que alguém tenha acesso aos seus dados, pouco tempo depois, estes já não serão mais válidos.

Além disso, muitos desses cartões de crédito virtuais, em seus aplicativos, possuem uma opção para serem desabilitados a qualquer momento. Desta forma, você pode ativar o cartão quando for utilizá-lo, desativando-o em seguida.

08. Evite utilizar softwares piratas

O problema de utilizar apps e jogos “crackeados” vai muito além da pirataria, softwares distribuídos desta forma, há muito, são uma das maiores fontes de malwares da internet.

Muitas pessoas acreditam que quando o seu dispositivo é infectado pelo que é, popularmente, conhecido como “vírus”, o mesmo vai ficar lento ou, até mesmo, ter o seu hardware danificado. Porém, nem sempre o perigo pode ser facilmente percebido.

Alguns malwares não consomem muitos recursos do sistema, o que os torna difíceis de serem percebidos. Eles ficam rodando no “background” apenas coletando informações que podem ser úteis para os criminosos realizarem os seus golpes.

Por isso, é de extrema importância que você não utilize softwares piratas. Se não for possível pagar por uma aplicação, o mais recomendado é procurar por uma alternativa gratuita.

Segurança digital é coisa séria!

Muitas pessoas ainda desconhecem ou menosprezam os riscos existentes ao utilizar a internet, por isso, acabam negligenciando a sua segurança digital. Essa falta de cuidado acaba se tornando o “campo de caça” perfeito para os golpistas e de forma geral, a internet fica um lugar cada vez menos seguro para todos.

Quais são os cuidados que você recomenda para que as pessoas possam se manter seguras ao utilizar a internet? Conte-nos, no campo de comentários, o que você faz para manter a sua segurança digital.

Isso é tudo pessoal! 😉

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!