Pop!_OS lança nova versão do sistema se baseando no Ubuntu 18.10 com suporte a TensorFlow da Google

No último dia 19 de Outubro, o pessoal da System76 lançou uma nova versão do seu sistema, Pop!_OS ,baseando-se no novo Ubuntu 18.10,com algumas melhorias e novas ferramentas.
 Pop!_OS lança nova versão do sistema se baseando no Ubuntu 18.10 com suporte a TensorFlow da Google



O novo Pop!_OS virá com o novo kernel, novo pacote de drivers gráficos, GNOME 3.30, incluindo a esperada correção para o problema de uso excessivo de RAM, além disso, temos . Os updates de temas e ajustes visuais nos widgets do Pop!_OS.
A primeira coisa que foi melhorada foi a Pop!_Shop com dois pontos principais:
● As visualizações dos aplicativos está carregando de forma mais rápida;
● Melhorias na interface do usuário para evitar congelamentos;
Uma grande e importante novidade é a integração com o software de de inteligência artificial da Google, o TensorFlow, que você pode acessar o GitHub deles. Segundo os desenvolvedores, foi feita a manutenção do CUDA e o TensorFlow no repositório da distro, tornando muito mais simples de instalar a ferramenta através de um simples comando, a instalação que antes poderia levar, segundo eles, mais de 100 linhas de comando, agora foi reduzida a uma só:

sudo apt install tensorflow-cuda-latest

 Esse pacote faz a instalação do CUDA + cuDNN + TensorFlow no Pop!_OS, reforçando a ideia do sistema ser para “Creators, Makers, Builders’.
Um nova melhoria está na ferramenta Distinst e ao Instalador do sistema, com várias correções de  bugs e melhorias que foram aplicados a ambas. O Distinst também será dividido em várias caixas de ferramentas. Se quiser saber mais sobre a ferramenta, basta acessar o GitHub dele.
Outra melhoria anunciada pela equipe do Pop!_OS é o aperfeiçoamento do “System76 Power” com novos subcomandos e argumentos. Além de incluir um novo sinalizador o “-experimental”, fazendo com que novos recursos para o gerenciamento de energia sejam adicionados.
O System76 Power é um utilitário de linha de comando que permite que sejam ajustados manualmente configurações do uso da energia pelo computador.
Para comportar todas essas melhorias, a equipe também anuncia que agora eles vão hospedar os seus próprios repositórios, ficando mais independentes do Ubuntu e da Canonical, o processo será feito utilizando uma ferramenta própria deles e de código aberto. Os repositórios serão feitos a partir do APT e a configuração via TOML e a ferramenta também será dividida em várias caixas de ferramentas.
Atualização para a nova versão
* Lembre-se sempre de fazer backup.
Para os interessados em atualizar, a System76 anuncia que é possível fazer o upgrade do Pop!_OS 18.04 para a versão 18.10- via comandos no terminal, basta rodar cada um deles nessa ordem:

sudo apt update
sudo apt full-upgrade
sudo sed -i s/Prompt=lts/Prompt=normal/ /etc/update-manager/release-upgrades
do-release-upgrade

Para baixar o Pop!_OS para a plataforma AMD/INTEL, use esse link, se o seu equipamento tiver GPUs da NVIDIA use esse link.
Se você quiser ver como o Pop!_OS 18.04 se comporta, temos dois vídeos lá no canal mostrando ele e vamos deixar eles logo abaixo.
 Pop!_OS – Review (System76)

        

Instalando LINUX num AVELL TITANIUM B155 (Pop!_OS)
         

Pop!_OS e System76 – Diolinux Entrevista Carl Richell e Cassidy Bleade

          

Muito legal ver iniciativas como essas como o Pop!_OS que  estão “antenadas” as mudanças das principais distros “mães” e aplicando o mais breve possível nos seus projetos e não ficando para trás.
Muito legal ver que o sistema está antenado com as mudanças incluídas upstream (Ubuntu), acrescentando as correções da distro na qual se baseia, mas sem deixar de empregar a sua própria personalidade.
Agora nós diga aí nos comentários se você usa o Pop!_OS e se está gostando ou se você ainda pensa em utilizar.
Espero você até uma próxima, forte abraço.
_____________________________________________________________________________

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Talvez Você Também Goste