Valve diz que Left 4 Dead 2 roda mais rápido no Linux que no Windows

Valve diz que Left 4 Dead 2 roda mais rápido no Linux que no Windows

Três semanas após anunciar oficialmente que estava desenvolvendo um cliente do Steam para os usuários do pinguim, a Valve declarou ontem que o Left 4 Dead 2, primeiro jogo a ser portado para o Linux, já está rodando mais rápido que a versão original para Windows. O resultado foi obtido após várias otimizações de código para fazer o jogo funcionar melhor com a API gráfica OpenGL.

A Valve está testando o Left 4 Dead 2 em um computador bastante humilde, equipado com um processador Intel Core i7-3930K, placa de vídeo GeForce GTX 680 e memória RAM de 32 GB. A comparação foi feita entre o Windows 7 de 64 bits e o Ubuntu 12.04 de 32 bits. Os testes com o Ubuntu de 64 bits serão feitos posteriormente, segundo a empresa.

Left 4 Dead no Ubuntu 12.04 roda melhor que no Windows

Portar um jogo não é uma tarefa tão simples. Quando os desenvolvedores rodaram o Left 4 Dead 2 no Linux pela primeira vez, conseguiram a incrível taxa de 6 frames por segundo. Foram necessárias alterações no código para fazer o jogo se comportar melhor com o kernel do Linux e a API gráfica OpenGL (no Windows, a API utilizada é a Direct3D). A Valve também otimizou os drivers de vídeo.

Após as otimizações, o Left 4 Dead 2 passou a atingir uma taxa de 315 quadros por segundo, um ganho de 16% em relação a versão para Windows, que mostra 270,6 frames no mesmo intervalo de tempo. De acordo com a Valve, o ganho de desempenho aconteceu porque o Direct3D adiciona alguns microssegundos preciosos em cada tarefa, algo que não ocorre no OpenGL. Após implementar o OpenGL na versão para Windows, foi possível aumentar a taxa para 303,4 FPS.

Ainda não há uma data de quando o Steam e os primeiros jogos estarão disponíveis para os usuários do pinguim, mas as notícias são bem promissoras. Para felicidade dos proprietários de placas de vídeo com GPUs da AMD, Nvidia e Intel, a Valve está trabalhando junto com os fabricantes para melhorar o desempenho dos drivers no Linux, o que deve tornar o sistema mais atrativo para gamers.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
TuxClocker, overclock de GPUs no Linux
Continue lendo

TuxClocker, overclock de GPUs no Linux

Recentemente demonstramos uma ferramenta muito interessante para donos de GPUs NVidia, o GreenWithEnvy, software capaz de gerenciar a placa de vídeo com maestria, tudo via interface gráfica e até efetuar overclock, porém, hoje vou apresentar uma nova alternativa, desta vez em Qt.