Pantheon Files, um novo gerenciador de arquivos para o Ubuntu

Pantheon Files, um novo gerenciador de arquivos para o Ubuntu

Nem Nautilus e nem Nemo

Se você é ligado no mundo Linux deve conhecer o Elementary OS, a nova versão ainda não foi lançado e por isso já existem alternativas para os que cansaram de esperar, porém, vale muito ressaltar o trabalho da Equipe do Elementary que não está fazendo uma simples remasterização do Ubuntu, e sim, indo muito além e criando ferramentas próprias e fazendo forks de programas, um deles é o Noise, player que já notícia por aqui e agora temos o Panthen Files que é o gerenciador de arquivos do Elementary, ele leva o mesmo nome da interface gráfica que o Elementary carrega.

Gerenciador de arquivos Pantheon

O gerenciador é bem leve, e assim como Nemo do Linux Mint, na nova versão ele mostra o espaço ocupado em cada disco através de uma barra lateral, acho isso muito bacana e útil, tem uma boa organização e um bom look & feel. O maior problema talvez seja que assim como o Elementary, ele ainda está instável e pode ter alguns bugs, mesmo assim você pode instalar para fazer o teste não é mesmo?

Instalação do Pantheon Files no Ubuntu

Abra o seu terminal e cole os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:elementary-os/daily 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install pantheon-files

Caso você queira usar o Dropbox ou o Ubuntu One com integração ao Pantheon Files é necessária a instalação dos seguintes plugins:

Dropbox:

sudo apt-get install pantheon-files-plugin-dropbox

Ubuntu One:

sudo apt-get install pantheon-files-ubuntuone

Se você gostou do que viu talvez queira definir o Pantheon como gerenciador de arquivos padrão do Ubuntu.

Até a próxima pessoal!

Fonte aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
MATE será incluído do repositório oficial do Ubuntu
Continue lendo

MATE será incluído do repositório oficial do Ubuntu

E a cada dia temos mais novidades sobre o Ubuntu 14.04 Trusty Tahr, e dessa vez é realmente uma boa novidade, o ambiente desktop MATE desenvolvido pelo Linux Mint deverá fazer parte do já grande catálogo de softwares da Central de Programas do Ubuntu já na próxima versão do sistema.