Já não é novidade que a Microsoft vem se aproximando do Linux e do Open Source, pode ser com a liberação de mais 60k de patentes ou na criação de sistemas operacionais como o Azure ou com o WSL (Windows Subsystem for Linux). E mais uma novidade vem por aí.

Windows Explorer com mais capacidades

Em uma postagem feita em seu blog oficial, no dia 15 Fevereiro (2019), feita por Craig Loewn, Gerente de Projeto para WSL, a Microsoft fez os anúncios das novidades. Nesta postagem, Craig fala também em melhorias no gerenciamento e configuração na utilização da linha de comando.

Acessar arquivos do Linux pelo Windows, antigamente poderia acarretar na perda dearquivos e corrupção de dados, ou menos na inacessibilidade completa, o que será possível agora  sem esses contratempos, pontua Craig.

A implementação é feita atualmente pelo WSL

Para acessar os arquivos do Linux, basta abrir a sua distro favorita e conferir se você está  no diretório /home. Com isso basta digitar o seguinte comando:

explorer.exe.

tfimjNwwBBbV84kzIsJoaCmU3ngY8pV8kcyy 6VyZU9XrixYhMr4A7XxXLnzuBEus wa6KA0BKMJnwMkSu1A9 E yDHed2ixASWlHLEoYWv8Wrwalol4WW06B7DMMiaAOVPx1J q

Com isso, você pode acessar os seus arquivos normalmente e fazer as tarefas normais, como copiar, colar, arrastar arquivos para outros locais. Além de poder usar o menu do VSCode no diretório do WSL.

CvqsUWM6slVXiC4Jpb3 E2g9kdui4Jj6nDZZCMcizwdr rCQOvazNpiI2G0lWUixk2SHZBojjgqr9wV7fJXou8vWhcYxMdmkkTA6bDOHvJrh6mhnj CTKCbEKYSPfBMP0ssK9iT

Na parte da linha de comando, você pode encontrar os arquivos com o seguinte comando:

\wsl$<running_distro_name>

No exemplo abaixo, foi usado o Debian.

JXXWGh 83h9HKFeiIvOXCOllyy YZh9U76SVPinoGQFRtUof83CMdIPgSHnj5mfIrpeOip3loIJwCDRHtxmiH93r0

Para conferir o post completo e com mais informações, você pode acessar o seguinte link.

Ainda fica a questão das capacidades do Explorer de conseguir acessar partições reais de uma distro Linux em dual boot com o Windows, mas em tese, se há essa capacidade no gerenciador de arquivos do sistema da Microsoft dentro do WSL, fazer isso funcionar fora dele, para leitura de pelo menos o sistema de arquivos EXT4, parece um passo plausível.

Espero você no próximo post, forte abraço.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste