3 motivos para recomendar o Linux Mint para iniciantes

3 motivos para recomendar o Linux Mint para iniciantes

O Linux Mint é a melhor opção para quem está começando no Linux

Escolher a distro Linux é um momento importante, logo depois que você decidiu migrar de sistema operacional em busca no mais estabilidade, beleza, personalização e segurança é hora de escolher qual será o seu sistema para fazer as suas tarefas do dia-a-dia.

Qual distro escolher?

Um tempo atrás escrevemos um artigo abordando este assunto apontando alguns distros que podem ser adequadas para quem está começando no “Pinguim” e hoje vamos gabaritar apontando 3 bons motivos para escolher o Linux Mint.

Gostaria de dizer que eu adoro o Unity e o Ubuntu, mas enxergo no Linux Mint uma excelente porta de entrada para novatos.

Motivos para indicar o Linux Mint para usuários iniciantes

1º – Interface gráfica familiar

O Linux Mint usa o Cinnamon como interface gráfica, um ambiente muito prático, bonito e familiar, especialmente para quem vem do Windows ( a maioria dos usuários).

Área de Trabalho no Linux Mint

Até mesmo os atalhos do sistema e o próprio menu lembra um pouco a usabilidade do Windows, o Nemo traz boas opções para o gerenciador de arquivos, botões de controle das janelas na direita e barra de tarefas na parte inferior na tela, tudo para amenizar o impacto.

2º – Pronto para usar

Um dos pontos mais positivos da distribuição é o fato dele vir pronto para usar, o melhor estilo Out Of Box.

tcT2OAj ZjsUUNWbth5vbh51nE c Qb 8vRQp389XLoBoASo6VxyVREv tinxJP5Wz oos t8hE1MsJ yhup1HD3

Claro que cada usuário tem suas necessidades específicas mas o Linux Mint traz um programa adequado para cada função no sistema operacional, incluindo codecs e java, de modo que a principal preocupação de um usuário normal é personalizar o sistema a seu gosto.

A central de software do sistema garante uma boa gama de programas, mais variados até que os que existem na central de programas do Ubuntu por adicionar repositórios como os do Opera e Skype que não vem por padrão na distribuição da Canonical.

3º – Base solida e aplicações acessíveis

Não há como negar que o Ubuntu é a distribuição de referência do mundo Linux, por conta disso muitas aplicações, jogos e recursos são desenvolvidas primeiro para o sistema da Canonical, o Linux Mint vai na carona e tem total compatibilidade com esses recursos, é muito fácil instalar o Steam para Linux, o Google Chrome e outras aplicações e jogos por conta da compatibilidade com o Ubuntu.

O Linux Mint também lança versões LTS como o Ubuntu, tendo assim um longo tempo de suporte para determinadas versões, outro detalhes é que as versões não-LTS são lançadas quase sempre um mês depois do lançamento oficial do Ubuntu em que o Mint se baseia, tempo suficiente para que ocorram as tradicionais correções de bugs que aparecem sempre nas primeiras semanas de lançamento.

E então, que tal espalhar este artigo por aí e marcar os seus amigos para indicar a eles uma boa distro para iniciarem as suas felizes jornadas no mundo Linux?

Até a próxima!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
5 aplicativos grátis para pessoas criativas!
Continue lendo

5 aplicativos grátis para pessoas criativas!

Se você é daqueles caras que está em constante produtividade e gosta de criar, inventar, customizar e publicar as suas obras, esse artigo meu amigo(a), é pra você! Hoje vamos conhecer 5 ferramentas que você pode usar no seu computador de forma totalmente grátis para produzir obras de diversos tipos!
Linux Mint 17 Qiana RC Download
Continue lendo

Linux Mint 17 Qiana RC Download

A nova versão do Linux Mint deverá sair até o final deste mês de Maio mas para os ansiosos usuários que estão esperando a nova versão temos o RC do Linux Mint prontinho para testes!