Tudo bem que é livre…

E cada um pode customizar e criar a sua própria distro, mas hoje vi coisas que pensei que não veria e resolvi me aprofundar no tema e agora estou aqui para mostrar para vocês o quão estranho pode ser o mundo Open Source.

Os criadores de distro Linux escolhem a dedo seus nomes; e acredite, coisas como [U|Ku|Xu|Lu|Edu|Flux|Sci|Go|Nu|Myth]buntu$, Fedora, Mandriva ou até mesmo o quase insuperável Damn Small Linux não são as coisas mais esquisitas em matéria de nome que nós podemos encontrar no mundo do Pinguim.

Hoje trago uma pequena e singela lista de distribuições, porque não dizer, bizarras, são elas:

Justin Bieber Linux

Este foi o motivo do post na realidade, acontece que o pessoal que gosta do Justin Bieber resolveu fazer uma distro, meio homenagem, meio brincadeira com ” a cara do nosso herói”, a distro que também é chamada de Biebian é derivada do Puppy Linux e tem por volta de 130 MB para Download.

O mais engraçado é o lema deles “Menos gay que usar o Windows”.

Justin-Bieber-Wallpaper-hd

Link do Download.

Hannah Montana Linux

Ok, este foi outro motivo que me faz pensar em somente 3 letras ( WTF?), a distro da “nossa estrela” é baseada no Kubuntu e usa KDE 4.2, sem mais delongas.

Hannah Montana Linux

Link para Download

Ubuntu Satanic Edition

É uma distro com temas Satânicos em preto e vermelho sangue com pentagramas espalhados no wallpaper e feito sob o Ubuntu 10.10, usa portanto o Gnome 2 e segundo os desenvolvedores:

Abre aspas

““Ai de vós, Ó Terra e Mar,O Demônio manda a besta com ódio… porque ele sabe que o tempo é curto … Deixe aquele que ousa tentar entendera distro da besta,pois é uma distro Linux,sua distro é o Ubuntu Satanic Edition.”

Fecha aspas.

Link do Download

Ubuntu Christian Edition

Na verdade a distro acima nasceu para dar uma resposta a esta, se aquela louvava satã essa louva Deus aparentemente e traz consigo até um biblia e usa o Unity acompanhando o desenvolvimento do Ubuntu atual.

Desktop

Link da página

E a lista segue com outros nomes estranhos:

  • O Chainsaw Linux, “Linux Serra Elétrica”.
  • Fazendo par com o Ubuntu Satanic Edition, está o Devil Linux.
  • O clean Limpus. (Piada Zorra Style)
  • O brasileiríssimo Dizinha, que é o apelido de uma amiga minha, aliás.
  • O slogan do Tiny Sofa Linux é “Imagine a world full of tiny sofas”.
  • Não é Linux, mas, quase: Nem por isso o Nexenta deixa de ser kitsch. Seu símbolo é uma girafa.
  • Por motivos de associação, que só fazem sentido em nossa língua, o Bengalinux está na parada.
  • O chinês Pentoo. Sua função é de ser um “Penetration testing framework”, de acordo com seu site. Pronuncie rapidamente e entenderás.
  • O representante japonês, o pokemônico Momonga.
  • O mais estranho deles: Tinfoil Hat. Talvez não pareça bizarro até você ver o significado.

Aliás, em breve provavelmente deve ser possível escrever um texto destes apenas usando variantes do Ubuntu.

Temos também o Red Star OS

Uma distro da Coreia do Norte que só fala coreano, o projeto se iniciou em 2002 numa tentativa no governo em repelir soluções Microsoft no país, o sistema vem com uma versão modificada do Firefox chamada Naenara e conecta o PC à Intranet do país.

Não consegui encontrar um link para download, mas acho que você não ia baixar mesmo né?

Segundo as pesquisas que fiz, o sistema é bem comum de ser encontrado em universidade e bibliotecas da Coreia, não nas casas visto que poucas pessoas podem ter um computador em casa.

( Agradeço nessas horas por ter nascido no Brasil ).

Apartheid Linux

A mais idiota das distros que encontrei, a ideia é um sistema operacional racista, “para brancos” cheia de wallpapers com suásticas. Pesquisando descobri que ele é baseado no PCLinuxOS, mas este faço questão de não colocar o link para Download.

Fonte e pesquisa Google.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste