Começou a revolução: Lançado Vulkan 1.0 para Linux e demais plataformas

Lançado Vulkan 1.0 para Linux

Muitas pessoas estavam esperando ansiosamente por este momento, o dia em que a API Gráfica Vulkan começaria a ser utilizada pelos desenvolvedores de chips gráficos e games, o Vulkan promete aumentar e muito o desempenhos dos jogos, especialmente no Linux e no Android.

Quem acompanha o blog há mais tempo deve saber que nos já falamos (e muito) sobre o Vulkan por aqui. Isso porque ele pode representar um reequilíbrio do mercado de games multiplataforma.

O Khronos Group, uma junção de várias empresas como Nvidia, Valve, Intel, AMD, EA e muitas outras, anunciou hoje a versão 1.0 do Vulkan, a primeira versão pública da API gráfica que irá equipar milhares de Android, Linux, Windows e possivelmente Macs em um futuro próximo.  Ela foi feita para ser uma concorrente open source e multiplataforma do DirectX 12 da Microsoft e já apresentou ótimos resultados em alguns testes.

Vulkan chegou mas deve demorar para se tornar um padrão

Apesar de já estar presente, a adoção do Vulkan e a utilização do mesmo pode demorar um pouco para ser percebida, pois isso dependerá de uma série de modificações nos motores dos games, que precisarão dar suporte para a API. Entretanto, Intel e Nvidia já preparam versões de seus drivers com suporte para o Vulkan, mesmo que ainda em fase beta.

Em breve deveremos receber também os primeiros games com suporte para a nova API, um dos jogos que provavelmente trabalharão com ela é Serious Sam 4. Outro game que deverá apoiar o Vulkan muito em breve é o Dota 2 da Valve.

O que esperar do Vulkan no futuro?

O pontapé inicial foi dado, mas o Vulkan ainda tem um longo caminho até se tornar a API mais “querida” pelos desenvolvedores, porém, ela exibe várias vantagens que podem ser consideradas; ser multiplataforma, grátis, com código aberto e muito eficaz, isso deverá fazer diferença da hora de desenvolver um game, afinal, em tese pelo menos, com “poucas” adaptações um game feito para Windows poderá ser lançado para Linux com a mesma qualidade e vice-e-versa.

Os próximos anos serão decisivos, baseado no DirectX 11, que demorou um tempinho também para desbancar a versão 9, eu chuto pelo menos uns 3 anos para o Vulkan ser tratado como “a melhor opção” pela maioria. Mas claro, tudo vai depender de quanta pressa as empresas vão ter para não dependerem mais exclusivamente da Microsoft.

Mir e Wayland

Mir e Wayland ainda não tem suporte para o Vulkan, como era esperado já, pois elas ainda não tem suporte nem mesmo nas distribuições Linux tradicionais com plenitude, isso deve mudar em breve, mas até o momento apenas o servidor X tem suporte.

Fonte Site do Vulkan Lista de Placas Nvidia que terão suporte


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Vulnerabilidades corrigidas no Kernel, atualize o seu Ubuntu
Continue lendo

Vulnerabilidades corrigidas no Kernel, atualize o seu Ubuntu

A Canonical liberou uma atualização de Kernel para o Ubuntu 12.04 LTS, versão lançada em 2012 com suporte até 2017, assim como para o Ubuntu 14.04 LTS, lançado em 2014 e com suporte até 2019 e para o Ubuntu 15.10, com suporte até o meio deste ano, veja como atualizar e manter-se seguro.