software energeticamente eficiente
Notícias

O Projeto KDE quer tornar o software energeticamente eficiente uma realidade!

A comunidade KDE está convidando os desenvolvedores de software livre e de código aberto (FOSS) a promover a transparência no consumo de energia com o intuito de tornar o software energeticamente eficiente.

O projeto KDE Eco

O consumo de energia do software que utilizamos no nosso cotidiano, depende da forma como seu código é escrito. Por isso, dois programas que realizam a mesma tarefa podem não necessariamente consumir os mesmos recursos de processamento, memória RAM ou disco rígido, o que acaba influenciando no consumo de energia e componentes de hardware.

Pensando nisso, a comunidade KDE está trabalhando nos projetos FEEP e BE4FOSS para ajudar as comunidades livres e de código aberto a produzirem softwares mais ecológicos. Tal iniciativa recebeu o nome de KDE Eco.

Os projetos fornecem às comunidades diretrizes e suporte para otimizar os softwares para serem mais eficientes em energia e a terem uma maior vida útil.

Projeto de Eficiência Energética FOSS (FEEP)

O projeto FEEP está desenvolvendo ferramentas gratuitas e de código aberto para melhorar a eficiência energética no desenvolvimento de software livre e de código aberto.

O projeto e a implementação de software têm um impacto significativo no consumo de energia dos sistemas dos quais fazem parte. Com as ferramentas certas, é possível quantificar e reduzir o consumo de energia. Essa maior eficiência contribui para um uso mais sustentável da energia como um dos recursos compartilhados do nosso planeta.

Para se aprofundar mais, basta ir até o repositório oficial do projeto FEEP no GitLab.

Blauer Engel para FOSS (BE4FOSS)

O Blauer Engel é o selo ambiental oficial concedido pelo governo alemão. Agora eles também certificam softwares eficientes em utilizar recursos e energia. É o primeiro selo ecológico a vincular os valores FOSS de transparência e autonomia do usuário com a sustentabilidade.

Em 2020, a agência alemã do meio ambiente (Umweltbundesamt), divulgou os critérios de premiação para obter a certificação ecológica com o selo Blauer Engel para software de desktop.

As categorias para certificação incluem eficiência energética, extensão da vida operacional potencial do hardware e autonomia do usuário, todas as quais se encaixam perfeitamente com software livre e de código aberto.

O projeto BE4FOSS avança na certificação ecológica para software com eficiência de recursos na comunidade FOSS. A obtenção do selo Blauer Engel ocorre em 3 etapas:

1 – Medir: a primeira etapa exige que você saiba quanta energia seu software consome;

2 – Analisar: ao tornar o consumo de energia transparente, você pode reduzir a quantidade de energia que seu software precisa;

3 – Certificar: por fim, o processo de certificação garantirá a seus usuários e terceiros que o software atende aos rigorosos requisitos da Blauer Engel.

Como contribuir com a iniciativa?

Se você é um desenvolvedor FOSS e quer contribuir com o projeto KDE Eco, você deve:

  • Seguir os 3 passos para a eco certificação Blauer Engel;
  • Configurar um laboratório de medição em sua comunidade;
  • Desenvolver ferramentas de automação para medições de consumo de energia;
  • Auxiliar com análise estatística e ferramentas relacionadas.

São sempre bem-vindas as iniciativas que incentivam a sustentabilidade, para que no longo prazo tenhamos um planeta melhor para as nossas futuras gerações.

E você, o que achou do projeto KDE Eco?

Um abraço, galera.
Até a próxima.

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!
98 postagens

Sobre o autor
Opa! Fala, meus consagrados. Me chamo Durval Henrique, mais conhecido por aí como Lavrudinho. Apaixonado pelo conceito de tiling window manager, entusiasta da tecnologia em geral e um projeto de desenvolvedor web.
Artigos
Postagens relacionadas
Notícias

Mais de 1,2 TB de dados do Slack da Disney foram vazados

Notícias

UTM SE, um aplicativo para rodar o Linux ou o Windows no iPhone

Notícias

Chrome tem API secreta que coleta dados do usuário para o Google