Glimpse, fork do GIMP, é lançado
Notícias

Glimpse, fork do GIMP, é lançado

No meio do ano de 2019, houve uma polêmica envolvendo o GIMP (GNU Image Manipulation Program), exatamente com o seu “nome” ou com o seu acrônimo, que em algumas culturas é uma palavra ofensiva. Tanto que tem uma declaração do pessoal  do GIMP sobre o assunto, dizendo que por hora não vão mudar o nome.    

Feito esse disclaimer, foi anunciado no dia 6 de julho de 2019, um fork do GIMP para se adequar melhor a esta questão de nomenclaturas, podendo ser um impeditivo de uso do programa em algumas culturas. Com isso nasceu o projeto Glimpse Image Editor ou simplesmente Glimpse. Neste link eles explicam melhor a escolha do nome.

CYKTY0NUKSATlnpDM1h61R11sW0Sb9oGMzsghdxcATM3P8tpqpbQrFDNCRQdOKWItavNkcMd894o9JghrxPlfHvdKpywyd6zfm0OoDU7l8U70W3f

Como podemos ver, ele é nesse primeiro momento, o GIMP sem maiores modificações na parte da interface ou com qualquer outra ferramenta ou funcionalidade implementada. A única coisa que foi modificada foi a tela de abertura. Ainda segundo a equipe do Glimpse, todos os updates do GIMP upstream, estarão presente no app deles.  

Atualmente, o Glimpse 0.1.0 é baseado no GIMP 2.10.12 ao invés da versão 2.10.14, que é a mais recente. Para ver a nota de lançamento (release note), você pode conferir aqui, e o código-fonte podendo ser consultado aqui.  

tg7m6oBWTEvU hQnq1EQ vozDixwgeS4

O Glimpse pode ser instalado tanto em  Windows (a partir do 7) ou no Linux.  

No Windows, ele é distribuído no formato .msi, esse formato foi escolhido pelos devs por achar mais fácil a manutenção dele. Para baixar no Windows você acessa este link.   

Já no Linux, ele é distribuído via flatpak. Se você não tem o flatpak instalado no seu sistema, basta seguir esse tutorial nosso de como fazer isso e partir para a instalação. Se você quiser, pode acessar a página do Glimpse no flathub e baixar por lá ou simplesmente digitar ou copiar/colar esse comando no seu terminal e seguir as instruções nele:  

flatpak install flathub org.glimpse_editor.Glimpse

Depois de instalado o Glimpse, basta usufruir o mesmo.  

Vale lembrar, que o projeto está no começo e que erros, bugs e coisas do tipo são bem normais de aparecer, por isso, é recomendado reportar-los para os devs, para que eles possam corrigi-los.  

Na minha opinião, vale a pena testar o Glimpse por curiosidade por hora, pois agora ele não passa de um GIMP com uma “skin” nova e só, mas quem sabe no futuro não tenha opções e funcionalidades só dele, vamos assim dizer, e se destacar.  

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Diolinux Ofertas - Aproveite os melhores descontos em diversos produtos!
402 postagens

Sobre o autor
Meu nome é Ricardo, sou formado em Tecnólogo em Redes de Computadores pelo IBTA Campinas, além de trabalhar com TI à quase 15 anos com suporte para usuários finais, empresas e servidores. Sou apaixonado por tecnologia, coisas Geek, jogos e do mundo Linux. Também tenho o canal "O Cara do TI".
Artigos
    Postagens relacionadas
    Notícias

    YouTube está ganhando integração ao Google Lens

    Notícias

    Tuxedo está trabalhando em um laptop Snapdragon X Elite com Linux

    Notícias

    GOG limita espaço em nuvem e apagará seus progressos que excederem