O Firefox 103 foi lançado dando continuidade às importantes melhorias apresentadas na versão anterior do navegador. Além de um grande número de correções de bugs e aprimoramentos técnicos, a nova versão do software também traz um melhor suporte a vários serviços de streaming.

O que há de novo no Firefox 103

O número de correções feitas nesta nova versão do navegador é imenso. Por isso, preparamos para você uma seleção do que há de maior e melhor no Firefox 103.

Picture in Picture aprimorado para os serviços de streaming

Há algum tempo o Firefox possui suporte nativo para “Picture in Picture” (PiP). Todavia, em alguns serviços de streaming, as legendas deixam de ser exibidas quando este modo está ativado.

Perceba que no exemplo abaixo o modo PiP está ativado, mas as legendas continuam sendo exibidas apenas na página principal do player e não na janela flutuante.

firefox 103 pip

Este problema está sendo trabalhado e o Firefox 103 já traz um sistema de PiP com legendas funcionais em diversas plataformas de vídeo, como Funimation, Dailymotion, Tubi, Hotstar, e SonyLIV.

Usabilidade e acessibilidade melhoradas

Atalhos de teclado podem ser uma “mão na roda” para aumentar a produtividade de quem passa horas e horas trabalhando no computador. Tendo isso em mente, a equipe de desenvolvimento do Firefox ampliou as formas com que você pode alternar entre as abas utilizando atalhos de teclado.

A partir do Firefox 103 é possível navegar entre as abas utilizando a tecla “Tab”, a combinação “Shift + Tab” e as setas do teclado.

A equipe do Firefox também está atenta à acessibilidade, já que agora a opção de “Aumentar o tamanho do texto” do Windows também irá afetar a interface do navegador e o conteúdo das páginas, ao invés de apenas o tamanho das fontes.

Outras melhorias do Firefox 103

Além do que já mencionamos, o Firefox 103 também trouxe várias outras novidades, como:

  • Melhor responsividade no macOS em momentos em que a CPU está sendo altamente utilizada;
  • Campos de preenchimento obrigatório agora podem ser destacados em formulários PDF;
  • Performance melhorada em monitores com altas taxas de atualização (acima de 120Hz);
  • Após a instalação, agora o Firefox será fixado automaticamente na barra de tarefas do Windows;
  • Corrigidas as falhas de performance relacionadas ao WebGL ao utilizar drivers proprietários da NVIDIA no Linux;
  • Resolvido o problema que causava lentidão durante a inicialização do Firefox, especialmente quando instalado em HDs mecânicos;
  • Removida a opção de configuração que permitia assinaturas e certificados SHA-1, por não serem consideradas seguras o suficiente;
  • Aumentada a proteção contra rastreamento online com a funcionalidade chamada “Total Cookie Protection” vindo ativada por padrão.

Além disso, também foram aplicadas um grande número de melhorias técnicas, direcionadas para desenvolvedores. A lista completa pode ser encontrada na página de desenvolvimento da Mozilla.

O foco do desenvolvimento do Firefox

Uma das maiores dificuldades que eu tive ao testar o Firefox recentemente foi o maior tempo de carregamento de páginas, quando comparado ao Google Chrome. Ao ler a lista de novidades do Firefox 103, não pude deixar de notar a ausência de informações relacionadas a esse assunto.

Aparentemente, a Mozilla está focando bastante em melhorias de segurança, privacidade e até mesmo novas funcionalidades, como a implementação de legendas no PiP. Porém, a velocidade “pura” parece estar em segundo plano, no momento.

Quais são as suas impressões sobre a qualidade do Mozilla Firefox atualmente? Comente, abaixo, qual você acredita ser o futuro do navegador, frente aos seus concorrentes baseados no Chromium.

Isso é tudo pessoal! 😉


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste