Google e Valve trabalham para trazer Steam para os Chromebooks

Steam no Chrome OS

O ano mal começou e já temos uma notícia que pode mudar um pouco o mercado de games em 2020, que seria a entrada dos Chromebooks para rodar games.  

O site especializado AndroidPolice, através do seu repórter David Ruddock, deu a informação que o Google está trabalhando em trazer o suporte oficial da Steam para o Chrome OS. A informação ele obteve juntamente com o Diretor de Gerenciamento para Produtos do Chrome OS (Director of Product Management for Google’s ChromeOS), Kan Liu, na CES 2019 de Las Vegas.  

Segundo Ruddock, Liu “lançou uma espécie de bomba”, em que a equipe do Chrome está trabalhando, muito possivelmente com cooperação com a Valve, para trazer o suporte da Steam para os Chromebooks.  

Liu não deu um cronograma ou “timeline” do projeto, mas que ele seria ativado através da compatibilidade Linux que o Chrome OS tem. Em 2018 o Chrome OS começou a suportar apps Linux nele, através da plataforma Crostini, que você pode ver a nossa cobertura neste post.  

Ruddock comenta que atualmente rodar a Steam com a camada de compatibilidade Crostini não tem um desempenho perto do aceitável, mesmo em comparação com a Steam em sistemas nativos e que são parecidos com o Chrome OS, como por exemplo Ubuntu, ZorinOS, Manjaro e entre outras distribuições Linux. Nisso tenho que concordar com ele, pois a princípio os Chromebooks são voltados para terem um baixo consumo de energia e assim durarem mais tempo fora de uma tomada. Além dele se sair bem para coisas triviais, como editar uma planilha, editar um texto, ver um vídeo no Youtube e assim por diante.  

Mas parece que o Google quer mudar isso, tanto que ultimamente os Chromebooks vieram com mais armazenamento e um “poderio” de processamento, tendo algumas versões vindo com i7 e até 16GB de ram, como os Pixelbooks Go.  

E foi exatamente nisso que Liu comentou com Ruddock, que poderíamos esperar Chromebooks mais poderosos, especialmente com GPU (APU) da AMD que estariam chegando. Também falou para “ficarmos atentos” na chegada de Chromebooks com gráficos Radeon dedicados. Não se teve respostas se eles viriam com GPUs da NVIDIA e também não houve manifestação sobre se isso competiria ou atrapalharia a plataforma de jogos do Google, o Stadia.  

Agora o que penso e acho dessa possível vinda da Steam para o Chrome OS. Bom, isso seria muito bom, pois seria mais um sistema Linux rodando jogos e que o mesmo tem uma gigante da tecnologia por trás, o Google. Isso poderia atrair muitos desenvolvedores de jogos para a plataforma e assim portar os seus games para Linux, utilizando por exemplo o Vulkan e assim otimizando eles. Com isso, todas as distros se beneficiariam.

Creio que poderia vir até outras lojas e jogos, como uma Epic Games Store, Uplay, Rockstar Launcher, Fortnite, PUBG e por aí vai. Isso também resolveria a grande “pedra no sapato” do Linux em jogos online, os tais “benditos” anticheats, que vivem barrando o WINE/DXVK/Proton por “acharem” que são “emulação” ou qualquer outra coisa que “acham” 😅. Arrisco a dizer, que se a Steam vier para o Chrome OS e “dar bom”, outras empresas podem trazer os seus produtos para Linux, como a “Sra” Adobe, Corel, AutoCad (AutoDesk) e além das empresas “menores” que fazem ERP também viriam uma boa trazer os seus produtos para o pinguim.  

Se você quiser ver a matéria completa do AndroidPolice, basta acessá-la aqui.   Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.  


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
life is strange 2
Continue lendo

Life is Strange 2 é lançado nativamente para Linux

Anunciamos aqui em 2018 que Life Is Strange 2 estaria chegando de forma nativa para Linux, e esse dia finalmente chegou. No dia 19 de novembro, a Feral Interactive anunciou que seu porte de Life Is Strange 2 está disponível para Linux e MacOS.