Como se livrar do tearing no Firefox

tearing-firefox

Há bastante tempo um problema tem “assombrado” usuários de distribuições Linux e do navegador da raposa de fogo. Mentira! É um panda vermelho. 😅 Trata-se de um irritante tearing ocorrendo durante a reprodução de vídeos, e em alguns casos, até mesmo ao rolar páginas com textos.

O quê é esse tal de “tearing”?

Em poucas palavras, o “screen tearing” é um artefato que ocorre quando informações de dois ou mais frames são exibidos em um mesmo espaço de tela, resultando em um “glitch” visual semelhante ao que está sendo mostrado na imagem abaixo.

O “tearing” pode ser causado por várias razões diferentes, como por exemplo uma dessincronização entre a taxa de atualização (número de frames por segundo exibidos na tela) da fonte de vídeo e do monitor.

O problema de tearing no Firefox

Ao navegar pelos tópicos do nosso fórum, o Diolinux Plus, por várias vezes vi relatos de pessoas que deixaram de utilizar o Firefox devido a este problema pelo qual eu também estava passando. Felizmente após incansáveis horas de pesquisa ao conversar com o Raul, um dos membros da nossa equipe, consegui graças à ele encontrar a solução para o meu problema.

E agora, chegou a hora de transmitir este conhecimento, para que você também possa utilizar o Firefox na sua distro Linux sem ter que conviver com o irritante tearing.

Como remover o tearing do Firefox?

Abra o Firefox, na barra de endereços digite “about:config”, e então pressione “Enter”.

caution

Nesse momento será exibida uma tela de advertência avisando que a sessão que você está prestes a acessar contém configurações avançadas, que podem afetar o desempenho do navegador. Clique em “Aceitar o risco e continuar”.

firefox-about-config

No campo de busca localizado na parte superior da tela que se abriu cole o texto abaixo:

layers.acceleration.force-enabled

Por fim clique no botão “Alternar”, localizado no canto superior direito da tela, ou dê um duplo clique sobre o item indicado na imagem abaixo.

tearing-firefox

Perceba que ao dar o duplo clique ou clicar em “Alternar” a opção mudou de “false” para “true”. Feito isso simplesmente reinicie o seu navegador, e pronto!

Problema não resolvido?

É importante deixar claro que em alguns casos o tearing pode ocorrer por outras razões que não a configuração que acabamos de alterar. Uma das causas mais prováveis de tearing é a versão incorreta do driver de vídeo instalado.

Para saber como verificar qual é o driver que você tem instalado e, se necessário, instalar a versão correta, confira este artigo que fizemos sobre os drivers de vídeo da Nvidia no Linux. Lembrando que para alguns modelos mais antigos de GPU da Nvidia, o driver mais indicado não é necessariamente o mais recente.

Caso você seja usuário de GPUs da AMD, confira este artigo.

Por fim, caso o problema persista mesmo com os drivers de vídeos na versão correta, especialmente se você utiliza GPUs da AMD, uma tentativa válida é testar com distribuições Linux diferentes. Preferencialmente aquelas que possuem versões mais atualizadas dos seus softwares, como o Manjaro, Fedora, ou a versão mais recente do Ubuntu.

Você tem, ou já teve problemas com screen tearing no Firefox no Linux? Conseguiu resolver através deste método, ou conhece outro melhor? Não deixe de compartilhar conosco nos comentários abaixo!

Isso é tudo pessoal! 😉

Talvez Você Também Goste