Apple diz para Telegram deletar três canais, ou então…

apple-x-telegram

A Apple solicitou ao Telegram que desative três canais específicos utilizados pela população da Bielorrússia. Segundo o fundador do Telegram, Pavel Durov, tal pedido por parte da Apple veio não como uma sugestão, mas sim como uma exigência.

Segundo Durov, a Apple alega que estes três canais estão sendo utilizados pela população da Bielorrússia para expor a identidade daqueles que estão sendo chamados de “seus opressores”. E a preocupação da gigante Americana é que a publicação de tais dados pessoais, de pessoas que possuem um alto nível de poder e influência, possa de alguma forma incitar a violência.

A Apple declara que o não cumprimento dessa exigência por parte do Telegram resultará no banimento do software do ecossistema de aplicações do iOS.

A decisão de Durov

O criador do Telegram está propenso a ceder às exigências da Apple, porém, apenas parcialmente. Durov diz que tais canais não serão deletados, ao invés disso, serão bloqueados apenas para usuários utilizando o iOS. Aqueles utilizando o Telegram no Android, Windows, Linux e navegadores continuará tendo acesso livre a tais canais.

Durov ainda complementa:

“I think this situation is not black and white and would rather leave the channels be, but typically Apple doesn’t offer much choice for apps like Telegram in such situations. Unfortunately, I assume these channels will end up getting blocked on iOS, but remain available on other platforms.”

Acredito que esta situação não seja “preto e branco”, e por mim os canais poderiam simplesmente continuar, mas como de costume, em situações como esta a Apple não deixa muitas escolhas para apps como o Telegram. Infelizmente estes canais deverão ser bloqueados no iOS, permanecendo ativos nas outras plataformas.

Apple: mocinha ou vilã?

Toda esta confusão na Bielorrússia, começou após terem surgido acusações e possíveis evidências de que a recente reeleição do presidente Alexander Lukashenko fora resultado de manipulação de votos.

Enquanto alguns afirmam que a atitude por parte da Apple é de boa índole e busca apenas evitar maiores problemas na Bielorrússia, outros dizem que censurar e esconder a suposta verdade da população não é o caminho certo a se tomar. Algumas pessoas em comentários acalorados internet afora ainda questionam o porquê de a Apple, uma empresa Americana, se achar no direito de interferir na liberdade dos seus usuários com relação a problemas que não a dizem respeito.

Lojas centralizadas são um problema?

O fato de os usuários do iOS possivelmente terem tido privado o seu acesso a tais canais, bem como o risco de perderem por completo o acesso ao Telegram acaba expondo um problema potencial com lojas de aplicativos centralizadas. Especialmente tratando-se de lojas e sistemas operacionais de código fechado.

Agora chegou a vez de você nos contar qual é a sua opinião sobre o ocorrido. Será que a decisão da Apple foi puramente visando um bem maior, ou há alguma segunda intenção por trás de tudo? O Telegram tomou a melhor decisão cedendo às exigências da empresa da maçã? E por fim, o que você pensa sobre o potencial problema das lojas de aplicativos centralizadas em plataformas de código fechado?

Isso é tudo pessoal! 😉

Talvez Você Também Goste
Entrevistamos os criadores do Lightworks
Continue lendo

Entrevistamos os criadores do Lightworks, o editor de vídeo Hollywoodiano para Linux

O Linux está presente também em muitos filmes de Hollywood e pode ser usado como ferramenta para edição massiva e profissional, especialmente um software chamado Lightworks. Nós, do Diolinux, entrevistamos a Matt Sandford da Edit Share, para saber mais sobre como eles enxergam o mercado Linux para edição e produção cinematográfica.