Arch Linux começa o ano com o Kernel Linux 5.4

Arch Linux 2020

A primeira ISO do Arch Linux lançada em 2020 chegou no primeiro dia do ano trazendo por padrão o Kernel Linux 5.4, e os seus famosos updates de softwares que fazem com que seja uma das, se não a mais atualizada dentre as distros Linux.

O Arch Linux é uma distribuição Linux Rolling Release, o que significa que o usuário faz a instalação apenas uma vez, e continua apenas atualizando o sistema para sempre, sem que haja a necessidade de efetuar uma instalação limpa, ou um grande update a cada nova versão.  

Ao contrário de distros “fixed release”, como o Ubuntu, cujo as suas versões atuais são a 18.04 LTS e a 19.10, o Arch Linux não possui versões diferentes, e cada nova ISO do sistema disponibilizada no site oficial é apenas uma imagem mais atualizada do mesmo.  

A primeira imagem do Arch Linux publicada no site oficial neste ano de 2020, a 2020.01.01, conta com a versão 5.4 do Kernel Linux (sobre a qual falamos neste artigo), que por sua vez traz um grande número de novidades como a compatibilidade com o sistema de arquivos exFAT da Microsoft, e também a “Lockdown”, uma funcionalidade que gerou certa polêmica entre a comunidade Linux.  

Por não ser uma distro focada em usuários “básicos”, e não possuir uma interface gráfica padrão, o Arch Linux é mais como um compilado de vários softwares de terceiros, e ao contrário de distros como o Ubuntu ou Linux Mint, não possui soluções próprias focadas no usuário leigo. Por isso as novidades trazidas a cada “nova versão” do sistema geralmente se limitam as implementações feitas por esses softwares individualmente.  

Neste caso, as novidades do Arch Linux 2020.01.01 são todas aquelas trazidas por todos os softwares presentes no seu repositório, como as novidades da nova versão do Kernel Linux que acabamos de mencionar. E cada nova ISO não é exatamente uma nova versão do Arch Linux, e sim apenas uma atualização da imagem em relação ao estado atual do sistema.  

Embora o Arch Linux não seja focado nos usuários leigos, isso não significa que não possa ser instalado pelos mesmos. Existem vários scripts criados pela comunidade que tornam a instalação dessa distro muito mais simples, e acessível a um número muito maior de pessoas. Como por exemplo o Archfi, sobre o qual já falamos aqui no blog, e também o Zen Installer, que é o tema do vídeo abaixo.

Caso você queira instalar o Arch Linux da forma convencional, sem scripts facilitadores, nós também temos um vídeo que guiará você por todo esse processo.

Apesar de não ser um dos mais fáceis e intuitivos, o Arch Linux é focado em que cada usuário “monte” o seu próprio sistema, sendo que você provavelmente jamais irá encontrar uma instalação do Arch Linux idêntica a outra. Por essa e outras razões é que certamente o sistema está no meu Top 5 de distros favoritas.  

E você, o quê acha do Arch Linux? Conte nos comentários!  

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no fórum Diolinux Plus!   

Isso é tudo pessoal! 😉


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Uma super seleção jogos para Linux nesta Steam Summer Sale
Continue lendo

Uma super seleção jogos para Linux nesta Steam Summer Sale

Como de costume, a Valve (dona da Steam) tem várias Sales (Saldões) ao longo do ano, e um deles é o Steam Summer Sale (Saldão de Verão), onde podemos encontrar jogos como GTA V, PUBG, Assassin’s Creed Odyssey, Devil May Cry 5, Resident Evil 2, Far Cry 5 e Final Fantasy XV por exemplo, com preços contendo descontos de até 80%.
De onde vem o sucesso do Linux?
Continue lendo

De onde vem o sucesso do Linux?

O Kernel Linux é um dos maiores, se não o maior, projeto de código aberto da história, sendo o Kernel o centro de sistemas operacionais que acompanham diversas tecnologias, não só computadores comuns e servidores. Mas de onde vem o sucesso do Linux?