Proton 4.11 é lançado com muitas novidades para gamers Linux

Proton 4.11 é lançado com muitas novidades para gamers Linux

A semana começou agitada para quem gosta de games e é usuário de Linux. Primeiro foi a NVIDIA lançando versões novas de drivers, agora a Valve trazendo uma nova versão do Proton e uma nova ferramenta de sincronização de objetos nos jogos.     

A primeira novidade é em relação ao Proton, que chegou com várias melhorias, correções de bugs e um salto na sua versão. Começando com a versão, que antes era a 4.2-9 e agora foi para 4.11, assim seguindo a mesma versão do Wine. Com isso trouxe:  

  • 3300 melhorias do Wine para o Proton e 154 patches do Proton 4.2 não são mais necessários ou foram para o upstreamed.  
  • DXVK atualizado para a versão 1.3;  
  • FAudio atualizado para a versão 19.07;  
  • Corrigido o input lag e adicionado suporte a rumble em alguns jogos que utilizam a Engine Unity;  

Dentro deste update do Proton, dois se destacam, como a adição do D9VK e a mudança de alguns “módulos’ para Windows PE.  

Sobre o D9VK, ele está vindo embutido em modo experimental, tendo que ser ativado manualmente no momento. O D9VK vinha sendo testado desde Junho, de acordo com o dev Joshua Ashton. Agora a Valve vai estar financiando de forma mais direta. Para ativar o D9VK nos jogos e assim experimentá-lo, você vai precisar colocar o seguinte parâmetro no jogo dentro da Steam: PROTON_USE_D9VK=1 %command%  

A outra novidade é a mudança de alguns módulos do Wine, que antes eram em libs feitas no Linux e agora estão sendo construídas sobre as libs do Windows PE. Isso pode ajudar na compatibilidade de alguns sistemas de DRM e anti-cheat, conforme vai avançando o trabalho, a compatibilidade vai ficando mais madura e eficiente.  

Para mais detalhes sobre essa versão do Proton, pode ser consultada aqui.  

Agora a outra grande novidade é o começo dos testes do fsync, para melhorar a sincronização em processos a ser baseado no futex. Quando a Valve começou o desenvolvimento do Proton, encontrou problemas com jogos multi-threaded, assim trabalhou em conjunto com a CodeWeavers e desenvolveu um patchset, o “esync”, para resolver esses problemas. A princípio funcionou, mas precisava de várias configurações e poderiam causar problemas de exaustão nos aplicativos.

Por isso a Valve preferiu trabalhar em uma nova solução, o fsync. Com essa nova funcionalidade, o ganho nos games é esperado, visto que vai ser trabalhado junto ao kernel, tanto que a Valve mandou uma sugestão de mudança, para que ela seja “acomodada” no Kernel Linux.  

Se você quiser testar esse kernel modificado pela Valve e testar às melhorias do fsync, eles publicaram um tutorial de como fazer isso.  

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.   Espero você até a próxima, um forte abraço.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Top 10 Melhores Jogos no Steam para Linux
Continue lendo

Top 10 Melhores Jogos no Steam para Linux

Eu acho que nem precisaria avisar que uma lista como esta possui informações baseadas em opinião pessoal, mas mesmo assim vamos fazer esse contrato de acordo informal, de forma que você pode se sentir à vontade para adicionar outros títulos que você goste através dos comentários. Mesmo assim, temos aqui ótimas indicações para quem gosta de jogar no Linux, selecionando games de estilos e categorias diferentes para você se divertir no "sistema do pinguim", vamos lá?