Microsoft fará com que apenas o WIndows 10 rode em novas gerações de processadores

Microsoft fará com que apenas o WIndows 10 rode em novas gerações de processadores

A nova ação da Microsoft para fazer sua base de usuários utilizar o Windows 10 é um pouco polêmica. A empresa decidiu fechar parcerias com os fabricantes de processadores para impedir que outras versões do Windows rodam nos novos processadores de Intel, AMD e Qualcomm.

Usuários Microsoft que não curtiram muito a ideia de usar o Windows 10 estão sendo “empurrados” pela Microsoft para a nova versão do sistema.

A Microsoft informou em seu blog oficial que fechou parcerias com fabricantes de processador e montadores de computadores como, Intel, AMD, Nvidia, Qualcomm, Lenovo, Dell, entre outras para suportar apenas o Windows 10 nas novas gerações dos processadores e computadores.

Assista: Windows 10 sabe mais sobre você do que a sua mãe

Isso significa que se você comprar um computador com processador Skylake, o Kaby Lake, AMD Bristol Ridge, e 8996 da Qualcomm você não poderá rodar outra versão do Windows que não seja o Windows 10, pelo menos com suporte, o sistema poderá mostrar instabilidade, travamentos ou não apresentar corretamente funções para as quais foi projetado.

A regra ainda demorará um pouco para entrar em vigor, Windows 7 e 8.1 que tem suporte até 2020 e 2023, respectivamente, ainda terão suporte para alguns modelos do Skylake até 2017.

Veja também: Linha Skylake da Intel tem bug que causa travamento do processador

Para quem possa ter ficado preocupado, essa falta de compatibilidade com versões antigas do Windows em nada deve afetar que utiliza alguma distribuição Linux no computador. A estratégia da Microsoft é (além de aumentar a base de usuários do Windows 10, é claro) enxugar um pouco do ecossistema Windows, simplificando a disponibilidade de drivers por parte dos fabricantes e criando estratégias para migrar os clientes corporativos para a última versão do sistema.

A medida desagradou muitos usuários do Windows, pois muitas pessoas pensavam em continuar utilizando o Windows 7 em hardwares mais recentes e que fossem lançados antes mesmo de 2020, quando acaba o suporte desta versão. O que você achou da medida da Microsoft? Deixe a sua opinião nos comentários.

Informações complementares em: TechTudo e Tudo Celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez Você Também Goste
Sobre a compra do GitHub pela Microsoft
Continue lendo

Sobre a compra do GitHub pela Microsoft

Microsoft e GitHub anunciaram que, em comum acordo, agora a empresa dona de um dos serviços de repositório de software mais populares que existe pertence à "Gigante de Redmond". Tornando a Microsoft uma empresa mais influente e próxima dos desenvolvedores.