Debian pretende trabalhar com Ubuntu

Debian pretende trabalhar com Ubuntu

A DebConf é a conferência anual para os desenvolvedores do Projeto Debian e, esse ano, ocorre em Managua, Nicarágua, desde o dia 1º de julho e encerra-se hoje (14/07). Esta já é a 12ª edição desse encontro de desenvolvedores e seu ponto alto, até o momento, tem sido a nova postura do Projeto Debian em relação a sua busca por novos parceiros. Em uma de suas palestras na DebConf, Stefano Zacchiroli, atual Debian Project Leader

falou a respeito:

 “Precisamos entender como convidar pessoas com diferentes formações de empacotamento para participar do Projeto Debian […] Eu não sei o que exatamente, mas precisamos fazer mais para atrair esses tipos de pessoas.”

Essa afirmação de Zack só veio a reforçar o que já tinha sido decidido na última Resolução Geral Debian, ocorrida no dia 03 de junho sendo divulgada em forma de uma Declaração Debian de Diversidade e que resume-se no seguinte:

“O Projeto Debian acolhe e encoraja a participação de todos.

Não importa como você se identifica ou como os outros te percebem: nós te acolhemos. Nós acolhemos as contribuições de todas as pessoas, contanto que elas interajam construtivamente com a nossa comunidade.

Embora grande parte do trabalho para nosso projeto seja de natureza técnica, nós valorizamos e encorajamos contribuições de pessoas com experiência em outras áreas, e as acolhemos em nossa comunidade.”

Os desenvolvedores Debian também estão ansiosos para trabalharem com o Ubuntu, e isso também foi discutido na DebConf deste ano. Aqui está uma lista de itens de destaque, onde Debian quer a ajuda de desenvolvedores do Ubuntu: 

  • Os desenvolvedores Debian estão interessados em trabalhar com a integração AppArmour. Este é um recurso de segurança importante no Ubuntu. Eles estão buscando a ajuda da Canonical a este respeito.
  • Apoio ao UEFI pode em breve pousar em Debian, desde que a Canonical forneça o código para o upstream.

Alguns dos problemas que os desenvolvedores do Debian têm enfrentado com o Ubuntu são: 

  • A Canonical não está disposta a apoiar APPs do Launchpad para o Debian por que este é um serviço caro.
  • Além disso, o Ubuntu não aceitou apoio para o pacote dpkg lzip, que despertou algumas diferenças entre Ubuntu e os desenvolvedores Debian.

Debian está disposta a ajudar o Ubuntu com DEX e derivados Debian de Front Desk de forma a auxiliar outras distribuições Linux para contribuir com as suas alterações de volta para o Debian e também permitir distros baseadas em Debian trabalharem de forma mais colaborativa.

Será interessante ver como o Ubuntu, uma distribuição baseada no Debain, responde a essas propostas.

Fonte


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Apt-Build: Instalar pacotes compilados para o seu processador de maneira simples no Ubuntu
Continue lendo

Apt-Build: Instalar pacotes compilados para o seu processador de maneira simples no Ubuntu

Muitos usuários passam boa parte do seu dia tentando otimizar o sistema ao máximo, se você usa o Ubuntu uma das maneira de otimizar o seu sistema é seguir as nossas dicas, outra forma de fazer isso é compilar os pacotes dos programas para o seu processador, mas isso toma tempo e conhecimento e se você não é um usuário avançado ( e não tem a obrigação de ser ) e quer tentar otimizar um pouco as coisas o apt-build foi feito para você.